Um dia perfeito nas praias de Aracruz

0

Atualizado em 22 de novembro de 2017

Eram 5h30 da manhã quando meu despertador tocou. Respirei fundo e me animei, pois o dia seria longo e cansativo, mas muito maravilhoso. Era um domingo e eu conheceria as praias de Aracruz de um jeito diferente: participando da primeira Caminhada Litorânea no município, organizada pela agência Vix Trip.

SAIBA MAIS SOBRE O MUNICÍPIO DE ARACRUZ

A Vix Trip organizou pontos de encontro estratégicos em Vitória, para que a van pudesse buscar cada um dos passageiros. Depois eu fui descobrir que, esses passageiros são, na verdade, trilheiros. Participam de trilhas pelo Brasil a fora e essa, a Caminhada Litorânea para conhecer as praias de Aracruz, era mais uma delas.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

A van que me buscou em Vitória.

A programação começava na Praia Coqueiral de Aracruz e seguiríamos, pela areia, por mais quatro praias, completando 11 quilômetros ao chegarmos na Praia Barra do Sahy.

Como foi a conhecer as praias de Aracruz

Assim que entrei na van percebi que era um grupo animado e feliz de estar ali. Alexandre, o idealizador por trás da Vix Trip, e Rodrigo, o guia da agência que acompanhou a gente, são muito simpáticos e disponíveis para ajudar com qualquer coisa.

O dia estava lindo, com o céu azul e um sol quente. Nós estávamos um pouco atrasados no cronograma, mas por motivos que não diminuíram em nada minha satisfação com a equipe. Assim que pisamos em Coqueiral de Aracruz, por voltar de 9h30 da manhã, Rodrigo avisou que poderíamos usar o banheiro do quiosque e depois começaríamos a Caminhada Litorânea.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

A vista do quiosque onde chegamos.

Caso você ache que este seria um passeio desconfortável, devido ao calor e a areia, eu já adianto: tudo foi maravilhoso. Apesar de brincarmos que havia um sol para cada um neste domingo, o vento ajudou a amenizar o calor. Mas nem por isso relaxamos com os cuidados, e retocamos o filtro solar diversas vezes.

Logo no início da caminhada pelas praias de Aracruz, formaram-se dois pequenos grupos, de acordo com o ritmo de andar. Então, não se preocupe se você acha que não está preparado para caminhar 11 quilômetros, a Vix Trip respeita o ritmo de cada um e, o Alexandre acompanhou o grupo de trás enquanto o Rodrigo ficou com o da frente. A separação foi natural e em nenhum momento houve ritmo de competição, estávamos cada um curtindo a natureza ao seu tempo.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

O paraíso que é Coqueiral de Aracruz.

O paraíso é irresistível

Eu caminhei com o Rodrigo no grupo da frente, formado por mais seis pessoas. Assim que terminamos a primeira parte da orla de Coqueiral de Aracruz, fizemos a primeira curva e nos deparamos com um paraíso. O nome desta praia não é por nada, aqui você vê diversos coqueiros, uma areia branquinha e o mar, calmo, limpo e de um tom que misturava azul e verde. Esse cenário somado ao dia lindo de céu azul fez com que fosse impossível resistirmos a um mergulho.

A ideia era essa mesmo, iríamos caminhar pela areia, apreciar a natureza e curtir o dia. Isso incluía mergulhos esporádicos.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

Pausa para o mergulho.

As praias de Aracruz são vazias, quando comparamos às principais praias da capital capixaba. Na ilha do boi e nas praias da ilha do frade, por exemplo, chega a ser difícil encontrar um espaço para esticar a canga num domingo de sol. Enquanto aqui, em Aracruz, em alguns momentos tínhamos a praia só para nós. Mas, acredite, isso não quer dizer nada sobre a beleza deste litoral.

Depois de curtirmos o primeiro mergulho, o grupo de trás nos alcançou e foi a hora deles se refrescarem. Começamos a arrumar as coisas e continuamos com a Caminhada Litorânea.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

Algumas praias tinham pedras, mas não atrapalharam nosso caminho.

A maioria das pessoas estava de tênis ou com uma sapatilha apropriada para caminhar na areia. Eu comecei o percurso com o tênis e, depois de mergulhar, consegui limpar o pé a calça-lo novamente, já que a areia estava quente e queria evitar bolhas no pé. Mas isso não durou muito tempo.

Durante a caminhada íamos conversando e, cada um do seu jeito, agradecia por estar ali. Em alguns momentos, me peguei olhando para o céu, impressionada com a beleza do dia e do lugar. Eu, que sempre fui apaixonada pelo mar, achei este o melhor jeito de fazer trilha.

Ah, e se você acha que 11 quilômetros são muita coisa, não se preocupe, o clima da equipe é tão leve e descontraído que, mesmo nos momentos que andamos em areia fofa – que foram poucos – o cansaço não bateu, e seguíamos em frente felizes conhecendo as praias de Aracruz.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

O córrego que precisamos atravessar.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

As praias de Aracruz não ficam lotadas.

Em uma das praias, havia um córrego que chegava ao mar e, para atravessarmos foi preciso tirar o tênis novamente. A partir daí, seguimos, quase todos, descalços. Admito que me arrependi de não ter pedido para parar e calçar o tênis, mesmo com o Rodrigo perguntando se queríamos fazer isso. Apesar de amar colocar os pés na areia, eu terminei a Caminhada Litorânea com três bolhas no pé.

Ficamos sabendo que, quando avistássemos o estaleiro que fica no final da praia da Barra do Sahy, estaríamos avistando nosso destino final. Depois de umas três praias, finalmente, conseguimos ver o estaleiro na ponta do litoral. Mesmo assim, demorou muito para chegarmos e ficávamos brincando com a ilusão de proximidade que o tal estaleiro causava.

Depois de uns sete quilômetros pelas praias de Aracruz, o litoral começa a ficar mais urbano e já encontrávamos algumas casas de veraneio e famílias curtindo o fim de semana.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

As últimas praias já eram mais urbanas.

Na penúltima praia, Mar Azul, resolvemos mergulhar novamente. Com o passar de cada orla, conseguíamos sentir as diferenças ambientais. Enquanto no primeiro mergulho estávamos em um refúgio calmo, com pouco vento e um mar que parecia lagoa, em Mar Azul o vento já era um pouco mais forte e o mar também. Mas nada que fizesse o mergulho não ser uma ótima ideia.

Depois de relaxarmos por alguns minutos, resolvemos seguir para o último pedaço da Caminhada Litorânea pelas praias de Aracruz. O estaleiro estava cada vez mais perto.

A última praia

Nessa última praia, Barra do Sahy, as coisas são mais movimentadas. Havia mais famílias, grupos fazendo churrasco perto das árvores, alguns praticantes de windsurf já que, esta é a praia que mais venta, de todas. E, nos últimos metros encontramos quiosques, lojas e casas.

Finalmente chegamos ao quiosque que seria o ponto de encontro final, por volta das 14h, onde quem quisesse poderia almoçar. Não fomos até o estaleiro exatamente, mas ele estava logo ali.

Ainda tínhamos que esperar a outra metade do grupo chegar e, enquanto isso, lavamos os pés com a mangueira que o quiosque disponibiliza e jogamos muita conversa fora relaxando com o vento no rosto. Muito vento mesmo.

Um dia perfeito nas praias de Aracruz

O mais perto que chegamos do tal estaleiro.

O cardápio do quiosque tinha porções típicas de um restaurante de praia, como batatas fritas, carne de sol e aipim. Eu pedi um açaí e almocei isso mesmo. A fome era tanta que nem registrei o momento, mas algumas pessoas pediram batatas com carne de sol e elogiaram as batatas.

O resto do grupo chegou com Alexandre e esperamos enquanto eles comiam. Todos estavam cansados, mas o grupo e os guias eram tão legais e descontraídos que só conseguíamos rir das reclamações de cansaço e bolhas.

Havia chegado a hora de embarcar na van e seguir caminho para Vitória. A primeira Caminhada Litorânea pelas praias de Aracruz foi um sucesso, não só pelo dia maravilhoso e o litoral abençoado do Espírito Santo, mas pelo grupo e pelos dois guias que nos acompanharam, o Alexandre e o Rodrigo.

Voltamos conversando e sonhando com um banho para tirar a maresia do corpo. Cansados e muitíssimos satisfeitos, fomos deixados nos pontos estratégicos da capital e chegamos em casa.

Participe da próxima Caminhada Litorânea pelas praias de Aracruz

Quem leva | O programa foi organizado pela Vix Trip Turismo Capixaba, uma agência de turismo que tem programação para o ano inteiro com trilhas e caminhadas pelo Brasil.

O grupo que estava comigo na van já tinha participado de subidas para o Pico da Bandeira, trilhas em Capitólio para conhecer as cachoeiras e outras caminhadas com a Vix Trip. Eu gostei muito da organização, da disponibilidade e do atendimento da agência. O Alexandre e o Rodrigo estavam o tempo todo disponíveis, são comunicativos e engraçados, deixando os momentos leves e ao mesmo tempo prestando atenção em todas as necessidades do grupo.

Quanto custa | A Primeira Caminhada Litorânea de Aracruz custou 60 reais. Este valor inclui transporte executivo com água, na ida e volta, serviço de auxílio de trilheiros experientes e qualificados e o seguro acidente.

O que levar | Alguns dias antes do passeio, a Vix Trip fez um grupo no Whatsapp no qual tiraram todas as dúvidas e passaram as recomendações. Para esta caminhada, o aconselhado foi vestir roupas leves de caminhada – eu fui com o biquíni por baixo -, levar três litros de água na mochila, chapéu, óculos de sol, protetor solar e saco de lixo.

Durante a caminhada, nós comíamos lanchinhos para aguentar até o almoço. Eu levei bananas, comi uma barrinhas e uns biscoitos leves. O saco de lixo é importante para mantermos as praias limpas e guardarmos o lixo até chegarmos ao restaurante.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Aline Passos

Estudante de jornalismo e apaixonada por lugares que ainda não conheço, sempre me encantei por culturas e costumes diferentes, e é isso que eu mais quero explorar. Hoje, quando viajo, tento me manter presente, aproveitar o momento e não deixar nada passar.

Escreva um comentário