Pesquisar
Close this search box.

Museus da Serra da Capivara: pontapé para entender a história

Atualizado em 10 de janeiro de 2024 – POR ALTIER MOULIN

Museus da Serra da Capivara

Os dois principais museus da Serra da Capivarao do Homem Americano e o da Natureza – são super importantes para você entender melhor a importância histórica, arqueológica e ambiental deste lugar.

Por isso, não é exagero destinar um dia para conhece-los, e, de preferência, no primeiro dia. Assim, você já terá uma excelente introdução aos temas da Serra da Capivara e poderá visitar os lugares com uma visão mais aprofundada.

Museus da Serra da Capivara

A Serra da Capivara, fica no sertão do Piauí, e é uma região de riqueza incomparável em termos de patrimônio histórico e natural. Nesse cenário de beleza selvagem e antiguidade, encontramos dois notáveis museus que desempenham papéis fundamentais na preservação e celebração da riqueza cultural e ambiental da área: o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza.

O Museu do Homem Americano é uma instituição que nos leva a uma jornada fascinante pelo passado, revelando os vestígios e as histórias das civilizações antigas que habitaram essa região há milênios. Com exibições impressionantes que incluem artefatos arqueológicos, pinturas rupestres e evidências da presença humana desde tempos imemoriais, este museu nos permite compreender a complexa teia de culturas que floresceu na Serra da Capivara.

Eu diria que é uma janela para os primórdios da história humana nas Américas.

Por outro lado, o Museu da Natureza destaca a exuberante biodiversidade que coexiste com a rica herança cultural da região. A Serra da Capivara é um santuário natural que abriga uma variedade extraordinária de flora e fauna, muitas das quais são endêmicas e exclusivas deste local. Este museu nos convida a explorar os ecossistemas únicos e a compreender a importância da conservação ambiental, contribuindo para a conscientização sobre a necessidade de proteger essa joia da natureza.

Nesta jornada, aproveite para explorar os museus da Serra da Capivara mais a fundo, pois eles desempenham um papel vital na preservação e na narração da incrível história da Serra da Capivara, onde a herança cultural e a beleza natural se entrelaçam de maneira singular.

Museu do Homem Americano

O Museu do Homem Americano foi criado pela Fundham para mostrar parte do resultado de quatro décadas de pesquisas e investigações realizadas onde atualmente é o Parque Nacional Serra da Capivara.

As exposições revelam detalhes dos achados arqueológicos e contam um pouco da história do homem americano que habitou esta parte do Brasil há mais de 50.000 anos – essa é a idade de um dos conjuntos de pedras lascadas expostas no museu –, segundo apontam os estudos feitos pela arqueóloga Niède Guidon e outros tantos estudiosos que se debruçaram sobre os vestígios deixados na Serra da Capivara.

Museus da Serra da Capivara

Isso mudou a forma com que os arqueólogos e antropólogos pensavam sobre a ocupação humana das Américas: até então, a teria mais aceitável era a do Estreito de Bering.

Estreito de Bering

O Estreito de Bering fica no Mar de Bering, que separa o continente americano, mais especificamente o Alasca, nos Estados Unidos, do continente asiático, exatamente no Cabo Dezhnev, na Rússia.

Muitos pesquisadores sustentam a teoria de que os primeiros seres humanos alcançaram o continente americano há milhares de anos através de uma incrível travessia pelo Estreito de Bering, dando origem às ricas culturas indígenas nativas do continente.

As hipóteses variam; algumas sugerem que o estreito teria se congelado durante uma era glacial, permitindo essa jornada épica, enquanto outras propõem que o fundo oceânico do estreito foi exposto devido ao congelamento extensivo das geleiras durante essa mesma era glacial, resultando na retração das águas do mar e abrindo caminho para essa notável migração.

Museus da Serra da Capivara

A maior parte do acervo do Museu é de resultado da escavação feita no Boqueirão da Pedra Furada, o mais importante da Serra da Capivara, onde foram encontrados elementos que permitiram afirmar que  o homem habitou esta região desde a época do Pleistoceno,  que compreende um período de 2,5 milhões e 11,7 mil anos atrás – muito antes do que propunha a teria do Estreito de Bering.

Museus da Serra da Capivara

Há vários exemplares de ferramentas feitas em pedra lascada, em pedra polida e, também, cerâmicas com diferentes datações: inclusive, a cerâmica mais antiga das Américas  foi encontrada na Toca do Sítio do Meio.

Mas o há dois elementos que muito nos impressionam no museu, além de todo o restantes.

O primeiro é o Crânio Zuzu, datado de 9.920 anos atrás. Ele fica na primeira sala do museu e é como se fosse o guardião das histórias da Serra da Capivara. Sobre ele, só sabemos que era um homem com características africanas.

Museus da Serra da Capivara

O segundo item que nos impressiona é a ponta de um projétil – uma flecha ou uma lança – feita em quartzo, um mineral muito abundante na região. Mas o que nos espanta é a precisão e a beleza da peça, feita pelo homem no longo período da pedra lascada – que vai de 2,7 milhões de anos até 10.000 anos atrás.

Museus da Serra da Capivara

Percorrendo as últimas salas da exposição, a gente vê ossos, ilustrações elucidativas e descrições meticulosas da megafauna que habitava a região, como a preguiça gigante.

Como visitar

O Museu do Homem Americano fica a quatro quilômetros do Centro de São Raimundo Nonato. E, apesar de menor, eu o considero o mais importante entre os museus da Serra da Capivara.

Horários

O horário de funcionamento varia de acordo com os dias da semana: nas quartas, sextas e aos sábados, ele abre das 13 às 19h. Nas quintas e aos domingos, das 10h às 19h.  O museu não abre nas segundas e terças. 

Quanto Custa

A entrada custa R$ 30, inteira, e R$ 15 para estudantes e pessoas acima de 60 anos.

O acesso só é permitido até às 18h e os ingressos são limitados a 200 visitantes por dia.

Museu da Natureza

O Museu da Natureza é um dos mais fantásticos que já conheci, e tudo começa com a localização: ele fica dentro do Parque Nacional Serra da Capivara, rodeado pela Caatinga com uma vista lindo dos cânions e das serras que compõem a paisagem.

Ele é enorme e se dedica a preservar, estudar e exibir a rica biodiversidade e o patrimônio natural da região.

As exposições permanentes têm uma rica variedade de experiências educativas e informativas, permitindo que a gente explore os ecossistemas locais, a fauna, a flora e os processos geológicos que moldaram a região ao longo de milênios.

Através de exposições interativas, painéis explicativos, modelos em tamanho real e tecnologia audiovisual, o museu oferece uma visão completa e envolvente da diversidade biológica da Serra da Capivara.

Para mim, uma das atividades mais incríveis foi o voo de asa delta: usando um óculos 3D e deitado em uma armação que simula uma asa delta, sobrevoei toda a região do Boqueirão da Pedra Furada. É demais!

No museu – que é o meu preferido entre os museus da Serra da Capivara –, a gente aprende sobre as adaptações das espécies às condições do ambiente semiárido, entender os ciclos de vida das plantas e animais que habitam a região e explorar os processos geológicos que resultaram nas paisagens únicas que se estendem pelo Parque.

O painel com algumas espécies da fauna e da flora em resina é fantástico e você vai ficar super intrigado. É lindo!

Além disso, o Museu da Natureza muitas vezes enfatiza a importância da conservação e da preservação dos ecossistemas naturais, buscando conscientizar os visitantes sobre a necessidade de proteger o patrimônio natural para as gerações futuras.

Como visitar

O Museu da Natureza fica dentro da área do Parque, a 29 quilômetros do Centro de São Raimundo Nonato. perto do Sítio do Mocó. Há estacionamento gratuito no local.

Horários

O museu abre de quarta a domingo, das 13h às 19h. A bilheteria fecha às 18h e os ingressos são limitados a 200 visitantes por dia.

Museus da Serra da Capivara

Quanto custa

A entrada custa R$ 40, inteira, e R$ 20 para grupos a partir de dez pessoas, menores de 12 anos, maiores de 60 anos, estudantes, pessoas com deficiência, jovens de baixa renda com idade entre 15 e 29 anos.

É obrigatória a apresentação da documentação que comprove o direito ao benefício nos dois museus da Serra da Capivara, conforme legislação em vigor.

Onde ficar na Serra da Capivara

Como já comentei, a principal cidade da região da Serra da Capivara é São Raimundo Nonato, que tem cerca de 33 mil habitantes. É nela que fica o Aeroporto Serra da Capivara (NSR), a maioria dos hotéis e das pousadas, além de todos aqueles serviços que a gente precisa: bancos, mercados, farmácias, padarias e tudo mais.

Para ter acesso fácil a tudo isso, ficar no Centro pode ser uma boa ideia, mas lembre-se que durante o dia ele é bastante movimentado, ficando mais deserto à noite – isso não quer dizer que seja perigoso.

A segunda opção, é Coronel José Dias, que era um distrito de São Raimundo Nonato, mas hoje é uma cidade bem pequena, com menos de 5.000 habitantes. Você deve imaginar que a infraestrutura da cidade é simples e não há muito o que fazer além das visitas ao Parque.

Para quem prefere outras alternativas – para ter uma viagem ainda mais imersiva na paisagem da Caatinga – há excelentes opções em áreas um pouco mais afastadas, como na região do Baixão das Andorinhas e no distrito de Jurubeba, por exemplo.

Uma coisa que você vai notar é que, infelizmente, há poucas pousadas e hotéis nos sites de hospedagem que mais usamos – eu sempre prefiro o Booking.com por uma questão de confiabilidade. Eu vou listar algumas dessas opções para você decidir onde ficar na Serra da Capivara.

Pousada Zabelê

A Pousada Zabelê fica no Centro de São Raimundo Nonato, de frente para uma praça que tem lanchonetes, restaurantes e tudo mais. Ela tem uma das melhores estruturas da cidade e o atendimento é super bem comentado.

Os quartos são básicos, mas confortáveis e com um tamanho bom. Os banheiros e as áreas comuns estão sempre limpas, roupas de cama e de banho cheirosa e café da manhã gostoso. É uma das opções mais práticas para ficar na Serra da Capivara.

Real Hotel Empreendimentos

O Real Hotel Empreendimentos também fica no Centro, na rua da Praça do Abrigo, um bom ponto de referência da cidade, onde há vários comércios. O hotel não é grande nem luxuoso – nada em São Raimundo é luxuoso porque o estilo da cidade é outro.

Neste caso, simplicidade também pode ser sinônimo de conforto – e de economia. Então, vale a pena dar uma conferida na estrutura e nos preços. A limpeza, o atendimento e o café da manhã são muito elogiados e isso é bom começo.

Pousada Asa Delta

A Pousada Asa Delta fica na estrada que vai para o Sítio Mocó, onde está a principal entrada do Parque Nacional Serra da Capivara, a cerca um quilômetro do Centro e do Museu do Homem Americano.

Onde ficar na Serra da Capivara

Ela tem uma estrutura muito boa, com estacionamento grande, restaurante e quartos que cabem a família toda – alguns quartos acomodam até cinco pessoas. O atendimento é ótimo, o café da manhã é super farto e o preço é justo.

Mega Express Hotel

O Mega Express Hotel fica na região central de São Raimundo Nonato, e tem quartos single ou duplo. Todos com ar-condicionado, equipados com tevê full HD 32 polegadas, linha telefônica, frigobar e acesso a internet grátis.

Onde ficar na Serra da Capivara

O hotel é excelente e há duas unidades dele na cidade: um fica na Praça Major Toinho, no Centro, e o outro na Rua Capitao Milanez. A locomoção para outras partes da cidade é rápida e tranquila, já que São Raimundo Nonato é pequena. Até a data de publicação desse  post o hotel não servia café da manhã.

EcoRupestre Hostel & Receptivo

Se você está em busca de uma estadia econômica que ainda o leve a mergulhar na rica natureza da Serra da Capivara, o EcoRupestre Hostel é uma escolha que vale a pena explorar. Localizado estrategicamente no coração da cidade, oferece uma experiência autêntica para aqueles que desejam ficar na Serra da Capivara.

Além disso, o café da manhã oferecido é uma deliciosa jornada gastronômica, com opções frescas e saborosas que celebram a culinária local. Como um hóspede compartilhou: “Ficar na Serra da Capivara é uma oportunidade única para se conectar com a natureza e desfrutar da tranquilidade deste lugar incrível”, declarou.

Pousada Paraíso da Serra

A Pousada Paraíso da Serra é uma escolha com excelente custo-benefício. Ela fica em uma área tranquila e serena, e proporciona uma experiência de hospedagem acolhedora e memorável para quem desejam ficar na Serra da Capivara, em uma localização conveniente – você estará a poucos minutos das principais atrações da região.

A estrutura da pousada é simples e aconchegante: a sensação é que a gente está passando uma temporada na casa de um parente do interior. E agente sabe como tudo é feito com carinho para nos agradar, certo? O que torna a pousada especial é o serviço atencioso que os hóspedes podem esperar. Além disso, o café da manhã oferecido é uma verdadeira celebração da gastronomia local.

Rupestre Eco Lodge

O Rupestre Eco Lodge fica na região do Baixão das Andorinhas é um dos lugares mais fantásticos que eu poderia escolher para ficar na Serra da Capivara – sim, eu fiquei aqui. Primeiro, porque fica em uma área mais afastada do Centro, cercada pela Caatinga, onde a paz reina majestosamente – e isso é maravilhoso.

Onde ficar na Serra da Capivara

As suítes são espaçosas, bem decoradas, limpas e muito confortáveis. Tem frigobar, chuveiro quente, rede, cama de solteiro extra e o café da manhã e o jantar são muito bons. A pousada pertence ao fotógrafo André Pessoa, que dedicou sua profissão a registrar os animais da Serra da Capivara.

Onde ficar na Serra da Capivara

Casa Serra da capivara

A Casa Serra da Capivara fica em Coronel José Dias é um refúgio tranquilo imerso na beleza natural da região. Com quartos espaçosos e áreas externas relaxantes, esta acomodação oferece um ambiente acolhedor para relaxar após um dia de exploração na Serra da Capivara.

Onde ficar na Serra da Capivara

São 140 metros quadrados, com dois quartos que acomodam até cinco pessoas com conforto. A Casa ainda tem terraço, jardim e estacionamento privativo gratuito, ar-condicionado em dois quartos separados, sala de estar com tevê de tela plana, cozinha totalmente equipada com geladeira e fogão e dois banheiros.

Casa Barreirinho

A Casa Barreirinho é um refúgio encantador na deslumbrante Serra da Capivara. Com sua atmosfera acolhedora, a casa oferece quartos confortáveis e espaçosos, perfeitos para relaxar após um dia de exploração.

Onde ficar na Serra da Capivara

Sua localização estratégica permite fácil acesso às atrações locais, como o Sítio do Mocó e o Museu da Natureza. Se você busca uma estadia que combina charme e conforto na Serra da Capivara, a Casa Barreirinho é uma escolha que promete uma experiência memorável. É um excelente lugar para ficar na Serra da Capivara.

Albergue Serra da Capivara

O Albergue Serra da Capivara é a opção mais tradicional na Serra da Capivara. Isso porque, quando tudo ainda era mato – isso foi uma brincadeira – o albergue já recebia pesquisadores e viajantes de todo o mundo. São .

Hoje, ele se chama Pousada da Cerâmica Serra da Capivara e tem apartamentos coletivos com refeitório, que oferece café da manhã, almoço e jantar, e fica no Sítio Barreirinho, na zona rural de Coronel José Dias, na mesma área da fábrica de Cerâmicas da Serra da Capivara. É bom para quem quer economizar e conhecer gente nova.

Pousada Trilha Capivara

No pitoresco povoado do Sítio do Mocó, a apenas três quilômetros do renomado Parque Nacional Serra da Capivara, a Pousada Trilha da Capivara é um verdadeiro refúgio para os amantes da natureza e da cultura local. As acomodações incluem quartos individuais e suítes climatizadas, todas estrategicamente posicionadas de frente para os imponentes paredões da Serra da Capivara: imagine acordar todas as manhãs com essa vista inspiradora!

Onde ficar na Serra da Capivara

Os quartos podem acomodar de duas a três pessoas, proporcionando um espaço confortável e relaxante. Cada quarto é climatizado para garantir seu conforto, enquanto o acesso a internet permite que você compartilhe suas aventuras com o mundo. E, é claro, o café da manhã saboroso é a maneira perfeita de começar o dia antes de explorar as maravilhas que a Serra da Capivara tem a oferecer.

Toca do Sansão

Localizada no distrito de Jurubeba, pertinho do Sítio do Mocó, a Toca do Sansão é uma pousada que oferece a estadia mais aconchegante da Serra da Capivara. Os quartos são bem equipados, proporcionando conforto e descanso para duas pessoas.

A proximidade com o Parque Nacional Serra da Capivara torna a pousada um ponto de partida perfeito para explorar a riqueza cultural e natural da região. Sem falar do atendimento atencioso e acolhedor, garantindo que sua estadia seja memorável.

O café da manhã é um deleite saboroso para começar o dia com energia. Além disso, você estará próximo a diversas atrações da região, permitindo que você aproveite ao máximo sua experiência na Serra da Capivara. Se você busca um local confortável e autêntico para sua jornada na região, a Toca do Sansão é a escolha ideal.

Onde ficar na Serra da Capivara

Baixão do Ouro

Perto de um dos mais  significativos sítios arqueológicos do mundo, a Pousada Baixão do Ouro oferece não apenas acomodações confortáveis, mas também uma vista espetacular da Caatinga e da Mata Atlântica. Apenas a cinco minutos de carro está a entrada principal do Parque e do Museu da Natureza, você pode aproveitar ao máximo seus passeios e visitas aos museus e sítios arqueológicos.

Onde ficar na Serra da Capivara

Com 13 acomodações nas categorias superior e standard, a pousada acomoda de uma a cinco pessoas, atendendo a casais, famílias e grupos. As acomodações estão bem equipadas com comodidades como cama box, banheiro privativo, frigobar, ar-condicionado e internet, além de uma varanda para apreciar a vista. O destaque vai para o café da manhã preparado com carinho e dedicação, oferecendo uma variedade de opções, incluindo produtos frescos da comunidade local.

Faixas de preço da Serra da Capivara

Agora que você já viu as minhas opções preferidas – não só as minhas, mas as de muita gente também – é hora de dar uma olhada nos preços antes de decidir onde ficar na Serra da Capivara.



Booking.com

No mapa acima estão todas as opções de hospedagem da Serra da Capivara, especialmente as de São Raimundo Nonato.  Para saber mais, você só precisa clicar nos pins azuis e pronto. 

Outras dicas importantes

Guia

É obrigatória a contratação de guias ou condutores locais, credenciados pelo ICMBio, órgão federal que faz a gestão dos parques nacionais. Sem o guia, você não poderá ter acesso ao Parque, mesmo que seja um viajante experiente.

Eu contratei o Nestor – Whatsapp (89) 8111-5680 e aprendi muito sobre tudo o que vi. Ele organiza o roteiro de acordo com as nossas necessidades e prioriza o que é essencial, sem perder tempo, indo direto ao ponto – isso é ótimo para quem tem poucos dias de viagem.

Estradas

Praticamente todas as estrada entre as cidades e o Parque estão asfaltadas e com boa manutenção – há uma ou outra exceção, claro.

O maior perigo que percebi ao dirigir na região são os  animais soltos na pista.  Eu estou falando de animais silvestres – como veado e macaco, que cruzaram na frente do carro – e animais de criação – como vacas e cabras, que sempre apareciam em pontos diferentes da estrada.

Por isso, é muito importante dirigir com atenção e manter uma velocidade segura, pois acidentes com animais são frequentes.

Dentro do Parque, as estrada são de terra, mas também estão sempre bem cuidadas, já que a manutenção também é uma questão de segurança.

É fácil se locomover de um lugar para outro usando o GPS. Eu sempre uso o Google Maps, pois mesmo que o celular fique sem sinal, ele continua com as orientações da rota depois de já ter iniciado a viagem. O Waze não funcionou bem.

Internet e conexão

A Vivo é a melhor operadora da região. Nas áreas urbanas, especialmente em São Raimundo Nonato, e nos arredores é mais fácil conseguir sinal para se conectar à internet e fazer ligações. Outras operadoras, como TIM e Claro já têm conexão mais difícil.

Boa parte dos lugares têm conexão wi-fi com boa velocidade, inclusive nas portarias do Parque.

Acesso ao Parque

Como já expliquei, o acesso ao Parque é feito exclusivamente com acompanhamento de guias e condutores locais.

Não há cobrança de ingresso, mas é preciso parar nas principais portarias para assinar um termo de responsabilidade. Nele, você se compromete a não danificar os sítios arqueológicos e a não ultrapassar os limites das trilhas – entendeu que não é um lugar para sair andando sem limites?

Para visitar todos os circuitos abertos, você vai precisar de seis dias inteiros.

Os principais circuitos são o Boqueirão da Pedra Furada – onde foram feitas as primeiras escavações e as datações que confirmaram a presença do homem pré-histórico no continente americano a cerca de 50.000 anos –, o Sítio do Meio e o Baixão da Pedra Furada.

Há outros circuitos como o Desfiladeiro da Capivara, o Circuito do Veredão, o Circuito da Chapada, o Circuito da Jurubeba, o Baixão do Perna e o Serra Branca.

Todos os sítios arqueológicos estão muito bem cuidados, sinalizados e com acesso facilidade – trilhas, escadas e passarelas.

Museus

É essencial visitar o Museu do Homem Americano e o Museu da Natureza, pois eles concentram os resultados das pesquisas feitas em toda a região da Serra da Capivara.

No Museu do Homem Americano, você vai entender melhor como foi comprovada a presença humana nas Américas bem antes do que propunha a teoria do Estreito de Bering. Além disso, você vai poder entender melhor como foram feitas as pinturas rupestres e o que elas representam.

O Museu da Natureza é fantástico. Bastante tecnológico, ele nos proporciona uma imersão na vida natural da Caatinga de uma forma super lúdica e informativa.

Eu sugiro que você separe um dia para visitar os dois museus.

Aluguel de carro

Não há empresas de aluguel de carro em São Raimundo Nonato,  o que é possível fazer é alugar carro particular.  Eu aluguei com o Maycon – Whatsapp (89) 98146-2120.

Em Petrolina, há lojas da Movida e da Localiza no aeroporto. Uma diária de veículos Gol, Argo, C3, Onix ou similar custa cerca de R$ 140.

Dinheiro

A grande maioria dos lugares aceita pagamento com cartão de crédito ou débito, mas o Pix é o meio mais comum. Você pode levar dinheiro em espécie para casos de emergência, mas não há necessidade de andar com grandes valores.

Acessibilidade

Há 17 sítios acessíveis a cadeirantes, com trilhas niveladas e rampas. Quem precisar, pode usar cadeiras de rodas adaptadas que estão disponíveis em algumas portarias, mas é bom agendar o serviço com seu guia com antecedência.

Veja mais dicas do Piauí

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas do Piauí.

SOBRE O AUTOR

COMENTÁRIOS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *