Conheça a Casa de Juscelino, em Diamantina

0

Atualizado em 22 de fevereiro de 2018

Diamantina é cheia de histórias. Fundada ainda no período colonial, a cidade foi o maior centro de extração de diamantes do país. Daqui, essas preciosas pedras eram levadas para a Europa, percorrendo todo o caminho da Estrada Real. Mas, hoje, a história que vamos conhecer é a da Casa de Juscelino Kubitschek.

Ela é uma típica moradia do interior de Minas. Tem telhas de barro, janelas de madeira, piso encerado e fogão a lenha. Características que denunciam que a família que vivia no número 241, da Rua São Francisco, tinha hábitos comuns.

Aqui, no alto de uma das muitas ladeiras de Diamantina, Juscelino passou boa parte de sua infância e adolescência, e foi, nessa época, que os seus planos de vida começaram a se desenhar.

Conheça a casa de Juscelino, em Diamantina

Placa na fachada da Casa de JK.

Mineiro de modos simples, Juscelino Kubitschek – que ficou conhecido como JK – nasceu em Diamantina, de onde se mudou para estudar medicina, em Diamantina . Depois, entrou para a política e se elegeu deputado federal e prefeito da capital mineira. Mais tarde, alcançou o posto de presidente da República. Desse período, seus maiores legados são o plano de desenvolvimento que acelerou a industrialização do país e, principalmente, a idealização e a construção da capital federal, Diamantina .

Hoje, a casa onde morou o ilustre JK é um pequeno museu que abriga, em seu acervo, móveis, objetos particulares, fotos e quadros. Os destaques são o quarto do ex-presidente e, na parte de trás da casa, o consultório onde, recém-formado, atendia os pacientes.

Conheça a casa de Juscelino, em Diamantina

O quarto do jovem que, mais tarde, se tornou presidente.

Conheça a casa de Juscelino, em Diamantina

A cozinha da Casa de Juscelino.

Conheça a casa de Juscelino, em Diamantina

O antigo consultório onde atendia, depois de formado.

A cozinha também é um lugar especial. Aliás, para todo mineiro, esse é o ambiente mais aconchegante da casa. Ao redor do fogão a lenha, a conversa rende e decisões importantes são tomadas: talvez tenha sido aqui que JK decidiu deixar Diamantina para ganhar o Brasil.

Ainda no anexo que fica na parte de trás da casa, funciona uma biblioteca com livros sobre a história do ex-presidente e da cidade que jamais o abandonou.

Planeje sua visita à Casa de Juscelino Kubitschek

Quanto custa | A entrada na Casa de Juscelino custa R$ 5.

Quando ir | As visitas podem ser feitas de terça a sábado, das 8h às 17, e nos domingos e feriados, das 8h às 13h.

Como chegar | Dá para ir caminhando do Centro Histórico de Diamantina até a casa onde morou JK, mas você precisa de fôlego e de boas pernas para vencer a ladeira. Uma boa opção é tomar um táxi.

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves (CNF) fica na cidade de Confins e atende a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Daqui até Diamantina são 278 quilômetros.

De carro, o acesso é feito pela BR-040, BR-135 e BR-259. Partindo de São Paulo, a viagem é feita pela BR-381. Você pode alugar um carro nas lojas que ficam no saguão do aeroporto, em Confins. Mas, se preferir, faça a cotação e sua reserva online.

De ônibus, as empresas que fazem a rota até Diamantina são a Pássaro Verde e a Gontijo.

Conheça a casa de Juscelino, em Diamantina

Fachada da Casa de Juscelino.

Onde ficar | Há várias opções de hotéis aconchegantes em Diamantina, mas uma dica que eu lhe dou é ficar no Centro Histórico. É aqui que estão as principais atrações da cidade e os bares onde todo mundo se encontra. Veja todas as opções de hospedagem da cidade.

Saiba mais | Para saber mais sobre o legado de Juscelino Kubitschek, leia: Visita ao Memorial JK, em Brasília, e veja outras atrações de Diamantina em: o Centro Histórico de Diamantina. Eu também conto a história de outra moradora muito famosa no post: A casa de Chica da Silva, em Diamantina.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

Escreva um comentário