Oyster Card: o cartão do metrô de Londres

Atualizado em 17 de abril de 2018 – 2 min de leitura

Se você vem para Londres, sem dúvida alguma, a melhor opção para se locomover na cidade é usar o metrôtube, como falam a maioria dos londrinos. E, a dica que eu tenho é comprar o Oyster Card, o cartão do metrô de Londres, porque vale muito a pena e você vai entender por quê.

Você compra o cartão em qualquer estação de metrô, tanto em máquinas quanto nos guichês, por GBP 5, mas esse valor será devolvido se você devolver o cartão antes de deixar a cidade. O saldo também é restituído na devolução do cartão. Não é bom?

Londres tem nove zonas que começam a partir do Centro Histórico. A maioria das atrações está entre as zonas 1 e 2, já o Aeroporto de Londres-Heathrow (LHR) fica na zona 6.

Para se locomover por aqui sem dificuldade, eu aconselho que você tenha sempre um mapa do metrô no celular ou na mochila. Até mesmo antes de chegar, eu aconselho que você dê uma olhada no mapa para já se localizar, ver onde fica o seu hotel e os lugares que deseja conhecer.

Como funciona cartão do metrô de Londres

Para carregar o seu cartão do metrô de Londres também é muito fácil. Se sua estadia for de poucos dias, você poderá carregar um valor qualquer em libras (5, 15, 30) e o Oyster passará a funcionar no sistema pay as you go – o famoso pré-pago. Isso significa que o valor carregado vai sendo deduzido a cada viagem que você fizer.

Oyster Card: o cartão do metrô de Londres

O simbolo do metrô de Londres, que também é chamado de tube.

Outra coisa boa desse cartão é que, ao atingir o teto diário para as zonas pelas quais você transitou, o sistema para de deduzir do seu saldo até o dia seguinte. Dentro das zonas 1 e 2 do metrô, por exemplo, cada viagem custa GBP 2,40, mas ao atingir GBP 6,80, ele para de cobrar. Então, por apenas GBP 6,80, por dia, você poderá visitar os principais pontos turísticos de Londres, porque, como eu falei, nessas zonas estão concentrados as principais atrações.

Veja aqui a tabela com todas as tarifas.

Se você for ficar mais dias por aqui, pode carregar seu cartão do metrô de Londres com um passe Travelcard semanal ou mensal, válido para zonas específicas. Ah, é importante saber que o Day Travelcard “off peak” é válido apenas para viagens a partir de 9h30.

Muito mais que metrô

O Oyster tem mais uma vantagem: é que, com ele, você também pode usar os famosos ônibus de dois andares de Londres. O cartão é válido também nos bondes, monotrilho DLR e trens suburbanos – inclusive os que levam aos aeroportos -, porém os preços são contados separadamente da utilização diária do metrô.

Além disso, sempre que você quiser, poderá verificar seu saldo e extrato de viagens em qualquer máquina do metrô. Veja um exemplo de um dos meus dias em Londres:

Sobre o Autor

<a href="https://www.penaestrada.blog.br/author/altier/" target="_self">Altier Moulin</a>

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

comentários

4 Comentários

  1. Maria

    Oi, 2 pessoas podem usar o mesmo oyster? Por exemplo um casal pegando metro juntos.

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Maria.
      Não, ele é de uso pessoal.

      Um abraço.

      Responder
  2. Milena

    Ana, bom dia! Vou ficar 6 diárias em Londres. Você aconselha o cartão semanal ou o Oyster mesmo?

    Responder
    • Altier Moulin

      Oi, Milena.
      Sim, esta é a melhor opção.

      Um abraço.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *