Brasileiros vão precisar de visto para a Europa

2

Atualizado em 6 de julho de 2018

Os países europeus que fazem parte do Tratado de Schengen aprovaram, nesta semana, uma mudança muito importante no controle migratório: turistas de várias nacionalidades, incluindo brasileiros, vão precisar de visto para a Europa.

Embora, oficialmente, as autoridades tratem a exigência como autorização prévia, na prática, ela funciona como um visto antecipado: você se candidata e pode ser aprovado ou não.

Essa medida valerá somente a partir de 2021, mas é muito importante entender o que vai mudar na vida de quem deseja conhecer o Velho Continente.

Como pedir o visto para a Europa

Atualmente, brasileiros não precisam de visto ou de qualquer autorização antecipada para entrar na Europa. As exigências feitas pelos órgãos de imigração sempre pretendiam verificar o propósito da viagem, se o viajante tinha condições de se manter e se tinha uma apólice de seguro, por exemplo. Daqui a uns anos, isso vai piorar.

É que, antes de viajar para qualquer um dos 26 países que aceitaram a mudança – veja a lista completa abaixo –, você terá que preencher um formulário eletrônico com seus dados pessoais, do passaporte e dizer por qual país entrará no continente.

Com o pedido feito, os países poderão conceder – ou não – uma autorização prévia de viagem, mas isso não garante que você poderá entrar no país que deseja. É que a decisão final de quem entra ou não permanece sendo do órgão de imigração de cada país, como acontece com os Estados Unidos: você pode ser barrado mesmo tendo o visto.

A autorização vai custar EUR 7, sendo que menores de 18 anos e maiores de 70 não pagam, e terá validade de três anos.

Brasileiros vão precisar de visto para a Europa

Países que vão exigir autorização prévia

O Tratado de Schengen foi assinado em 1985 com o principal objetivo de criar uma área sem fronteiras, permitindo a livre circulação de pessoas entre os países membro.

Atualmente, 26 nações fazem parte do acordo: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslovênia, Eslováquia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Islândia, Letônia, Lituânia, Liechtenstein, Malta, Noruega, Luxemburgo, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça. Todos eles passarão a exigir que brasileiros tenham um visto para a Europa.

O Reino Unido não exigirá a autorização, já que está entre os que não fazem parte do Tratado de Schengen.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

2 Comentários

  1. Avatar

    Ixiii mais que coisa, será que restrição no nome pode barrar este visto?
    Uma vez que sonho em conhecer Cracóvia e Auschwitz e hoje estou negativada no mercado.
    Nossa já tinha desistido de conhecer os Estados Unidos devido á essa chata exigência de visto, agora a Europa também?
    Daqui um tempo vamos ficar presos somente no nosso pais.
    Não gostei não.
    Por falar nisso amei o blog, achei tudo que precisava saber sobre a segunda guerra e as dicas para a viagem caíram como uma luva.
    Parabéns.

Escreva um comentário