Visto para a China passa a valer cinco anos

4

Atualizado em 22 de outubro de 2020

Que a China tem ser esforçado para ser a nova potência econômica mundial, nós já sabemos. A novidade é que os chineses também estão de olho nos turistas brasileiros, que sempre gastam muito em suas viagens ao exterior. Um passo muito importante para levar mais brasileiros ao país foram as recentes mudanças no visto chinês.

Para atrair mais viajantes, a China firmou um acordo com o Brasil e aumentou, para cinco anos, o prazo do visto de turismo. Antes, o visto era concedido apenas para os dias de viagem, mediante apresentação da passagem aérea, e havia distinção de uma, duas ou múltiplas entradas, sendo o último liberado apenas para visto de negócios.

Novo visto chinês

Com a mudança, quem estiver pensando em viajar para o país asiático pode ficar mais tranquilo, pois todos os vistos de turismo permitem múltiplas entradas. Isso significa que você poderá entrar e sair da China quantas vezes quiser num prazo de cinco anos.

O visto permite, ainda, que brasileiros permaneçam até 90 dias no país, sendo possível solicitar a prorrogação por mais 90 dias. Vencido o prazo de 180 dias, você precisará esperar um ano para voltar à China.

No ano passado, a China já tinha dado sinais de que queria ampliar seu mercado turístico, quando a Air China começou a voar para o Brasil. De acordo com a agência de notícias Xinhua, o voo tem aproximadamente 26 horas de duração, incluindo o tempo de escala para reabastecimento em Madri, na Espanha.

A nova regra do visto vale para chineses que desejam visitar o Brasil. O Ministério do Turismo brasileiro acredita que o acordo também deverá beneficiar o mercado local, ajudando a atingir a meta de atrair 12 milhões de turistas estrangeiros até 2022. Em 2016, mais de 130 milhões de chineses viajaram pelo mundo, sendo que pouco mais de 50 mil vieram ao Brasil.

Para saber como solicitar o visto chinês, acesse o site da Embaixada da China no Brasil.