Três lugares imperdíveis de Roma

4

Atualizado em 2 de abril de 2018

Roma é uma das cidades que mais me impressiona no mundo. Isso se dá porque a capital italiana é repleta de histórias e guarda segredos e mistérios que jamais serão desvendados. Por isso, andar por estas ruas é reviver um passado de glória e majestade e que deixa qualquer viajante de boca aberta. Então, que tal fazer um passeio por três lugares imperdíveis de Roma?

Se você já está na cidade ou está planejando sua viagem, recomendo que visite três lugares, os meus favoritos. São eles o Coliseu, a Fontana de Trevi e a Igreja Santo Inácio de Loyola.

Os dois primeiros monumentos, com certeza, já são conhecidos por você. Então, hoje trarei algumas curiosidades e boas dicas para o seu passeio. Já a igreja Santo Inácio de Loyola, desconhecida por grande parte dos viajantes, é um verdadeiro monumento com obras de arte incríveis. Neste caso, as pinturas que decoram a igreja.

Três lugares imperdíveis em Roma

Três lugares imperdíveis de Roma

A vista de dentro do Coliseu.

Coliseu

Vamos começar nosso passeio pelos lugares imperdíveis de Roma por aqui. Por esse majestoso monumento, símbolo da cidade eterna e do Império Romano: o grandioso Coliseu.

Durante minha viagem pela Itália, fiquei cerca de seis semanas em Roma e estive no Coliseu três vezes. Parece muito, não é? Mas acredite, em cada uma das visitas descobri algo novo e que me deixava ainda mais encantado por ele.

O início das obras do Coliseu se deu no ano 72 e levou oito anos para ser concluído. Repleto de mármore e bronze, o grandioso monumento equivale a um edifício de cerca de 15 andares. Com todo esse tamanho, podia receber cerca de 50 mil pessoas em seus três pavimentos que formavam as arquibancadas.

Aliás, assim como nos estádios de futebol que temos no Brasil, o Coliseu da Roma Antiga era dividido entre setores conforme as classes sociais. Se você fosse da mais alta nobreza, podia ficar tranquilo, afinal, você ocuparia o setor principal. Porém, se você fosse um pobre coitado ou mulher, somente lhe restaria os piores lugares do terceiro setor.

O Coliseu, onde os gladiadores se enfrentavam e centenas de homens eram jogados aos leões a fim de entreter a plateia, atualmente, é um dos monumentos mais visitados na cidade de Roma. Inclusive, recebe por ano cerca de três milhões de visitantes. Agora, você entende porque ele está na minha lista lugares imperdíveis de Roma.

Aproveite para andar por entre os três pavimentos. Aprecie a vista pelas janelas, contemple o centro do monumento, local onde os gladiadores lutavam. Enfim, não tenha pressa e contemple este local que é incrível e guarda milhares de histórias.

Confesso que das vezes que visitei o Coliseu, em todas elas me surpreendi mais com toda essa grandiosidade. Com isso, eu me perguntava como era possível tudo aqui ser construído em apenas oito anos. E mais, o monumento foi construído numa época onde tudo era escasso, se compararmos com as tecnologias que temos hoje.

DICA DE OURO | No último domingo do mês, o Coliseu e vários outros monumentos de Roma podem ser visitados gratuitamente. De certo, nestes dias os monumentos ficam mais cheios. Porém, se você quer economizar durante as visitas aos monumentos, escolha o último domingo do mês.

Fontana de Trevi

Que saudades tenho desse lugar, a maior e mais bonita das fontes de Roma, a Fontana de Trevi. Com tantos elogios, jamais poderia faltar na lista de lugares imperdíveis de Roma.

A fonte impressiona por vários motivos. Dentre eles, pela grandiosidade, pela beleza, pelo número de turistas envolta dela e um dos mais interessantes, pelo barulho que ela faz. Lembro que, na primeira vez que fui visitar a fonte, andando pelas ruas estreitas que levam até ela, assim que eu estava quase chegando pude ouvir um alto barulho de água que me lembrava muito uma cachoeira. A poucos metros estava a fonte mais famosa de Roma.

Três lugares imperdíveis de Roma

A mais linda fonte de Roma é um dos meus lugares imperdíveis de Roma.

Além de ser famosa por sua beleza, afinal é uma fonte de mármore e com cerca de 20 metros de altura, a Fontana de Trevi guarda uma antiga tradição dos turistas que por aqui passam: a de jogar moedas na fonte.

Diz a lenda que, se jogar uma moeda na fonte, você retornará a Roma, se você jogar duas moedas você encontrará o amor da sua vida e será alguém da Itália, mas se você jogar três moedas, além de encontrar o seu amor você irá se casar com ele. Então fica a dica, jogue quantas moedas forem necessárias. Eu joguei apenas uma e espero voltar em breve para Roma.

Aliás, fique sabendo que esta antiga tradição é muito bem vista pelos romanos, afinal, cerca de um milhão de euros é retirado, por ano, da fonte.

Durante todo o dia a fonte fica repleta de turistas disputando os melhores ângulos para suas fotos, no entanto, caso você queira tirar uma foto sem muita gente em volta, prefira ir à fonte durante o final da noite ou logo cedo, por volta das 7h.

Em volta da fonte, você irá encontrar cafés, restaurantes, gelaterias e lojas de souvenir. É um passeio que pode durar algumas horas e, se possível, recomendo você achar um lugar nas escadas da fonte e ficar ali por um tempo apreciando sua beleza ao som das águas.

Três lugares imperdíveis de Roma

A pintura do teto da Igreja Santo Inácio de Loyola.

Igreja Santo Inácio de Loyola

A Itália é um dos países mais católicos do mundo. É aqui que fica o Vaticano, centro e mais importante local da Igreja Católica, e, em Roma, você encontrará centenas de igrejas espalhadas por toda a cidade, mas nenhuma delas é como esta. Por isso, eu a coloquei entre os três lugares imperdíveis de Roma.

Já disse, em outros textos, que não sou católico, mas que aprecio muito a cultura do catolicismo e acho que toda igreja é uma obra de arte. Por isso, durante minha viagem pela Itália visitei dezenas de igrejas e uma delas me chamou muito a atenção: a igreja Santo Inácio de Loyola.

Localizada próximo à Fontana de Trevi, conheci essa igreja através de um amigo brasileiro que já conhecia a história do Santo Inácio de Loyola. Logo que entramos, me surpreendi com as pinturas nas paredes e no teto. Confesso que fiquei impactado com tanta beleza.

Durante a visita à igreja, meu amigo pediu para que eu olhasse para o alto e identificasse algo de diferente que havia ali no teto. Apenas consegui dizer que toda pintura era tridimensional, criando uma perspectiva surpreendente e incrível.

Ele me perguntou pela segunda vez o que mais havia de diferente. Não acertei e, por fim, ele me disse que a cúpula era falsa. Na verdade, não há uma cúpula e sim uma pintura tridimensional que cria uma ilusão do teto da igreja. É sensacional!

Diferente de outras igrejas, durante a construção, feita em homenagem ao Santo Inácio de Loyola, os jesuítas não tinham dinheiro para construir uma cúpula e então decidiram pintá-la. O artista responsável por essa obra de arte foi o pintor Andrea del Pozzo.

Recomendo uma visita pela igreja para que você admire e contemple cada espaço dela. De certo que, mesmo você não sendo um apreciador de arte você irá se surpreender com está igreja e vai querer fotografá-la de vários ângulos.

Espero que você tenha gostado das dicas de lugares imperdíveis de Roma e tenha ficado ainda mais interessado em conhecer a capital italiana, afinal, viver cada pedaço de Roma é uma experiência incrível e imperdível para qualquer viajante. Isso porque, é fazer uma viagem no passado e se encantar com as histórias, segredos e grandiosidades que aqui existem. Por isso, se posso te dar um conselho, visite Roma, a Cidade Eterna irá te impressionar.

Planeje sua viagem a Roma

Quando ir | O Coliseu abre todos os dias, exceto 25 de dezembro e 1º de janeiro, das 9h às 17h, durante inverno, e até às 19h, no verão. Entretanto, a Fontana de Trevi pode ser visitadas todos os dias. A Igreja Santo Inácio de Loyola funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 19h, e aos sábados e domingos 9h às 19h. Visitas guiadas podem ser feitas nas terças, quintas e sábados, às 15h e às 18h.

Quanto custa | Para visitar o Coliseu você deverá pagar EUR 12. Por outro lado, a visita À Fontana de Trevi e à Igreja de San Inácio de Loyola é gratuita.

Como chegar | Para chegar ao Coliseu, a melhor forma é utilizar o metrô e desembarcar na estação Coliseu. Você sairá na frente do monumento. Para chegar à Fontana de Trevi, utilize o metrô e desembarque na estação Fontana de Trevi. Uma pequena caminhada lhe levará à fonte. Dá para ir à igreja Santo Inácio de Loyola a pé, partindo da Fontana de Trevi. A caminhada é de aproximadamente 500 metros.

Onde ficar | Roma é uma das cidades mais visitadas do mundo e há uma infinidade de hotéis, hostels e apartamentos disponíveis na cidade. O grande detalhe é que, fazendo as reservas com antecedência, você consegue uma boa localização e, claro, preços mais baixos. Para saber as melhores áreas da cidade, leia: Onde se hospedar em Roma.

Visto e documentos | Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na Itália por até 90 dias. Porém, é preciso apresentar o passaporte com até seis meses de validade e o seguro viagem. Veja como comprar o seu com descontos exclusivos.

Foto de capa: Chris Walts

SOBRE O AUTOR

André Pain

Administrador atuando como auditor contábil em uma multinacional e viajante nas horas vagas, meu sonho de criança era conhecer o mundo. Hoje, meu maior prazer é ver isso se realizar toda vez que embarco para um novo destino.

4 Comentários

  1. Parabéns pelas dicas.
    Roma quase que inteira é maravilhosa. O ar da cidade é “histórico”.
    Tem fontes e construções antigas em todo canto e é difícil de escolher.
    Mas o Coliseu foi um passeio memorável…

Escreva um comentário