Seguro viagem com cobertura para covid-19 é obrigatório para Argentina

27

Atualizado em 13 de junho de 2022

seguro viagem para a Argentina é obrigatório

Viajar para o país dos hermanos é sempre uma boa opção, porque é tudo muito prático e sem burocracia, mas quem estiver planejando fazer a viagem agora precisa saber de uma novidade:  o seguro viagem para a Argentina é obrigatório. 

Essa medida passou a valer com a reabertura das fronteiras para o turismo durante a pandemia e, atualmente, é uma das regras para entrar no país. Isso significa que, se você não tiver um seguro viagem em mãos, você poderá ser barrado na imigração – e terá que voltar para casa.

Tem um detalhe muito importante:  o seguro precisa ter cobertura para tratamento de covid-19,  mesmo que você esteja com o esquema vacinal completo e que já tenha se recuperado de infecções anteriores.

→ Onde ficar em Buenos Aires

Ainda que você apresente um resultado negativo de um teste RT-PCR ou antígeno, o seguro viagem continua sendo obrigatório.

A questão é séria e eu vou explicar isso com mais detalhes para você não ficar com dúvidas nem ter problemas com a imigração.

Seguro viagem para Argentina é obrigatório

Até novembro de 2020, o seguro viagem era opcional. Isso significa que ele não fazia qualquer diferença para sua entrada no país. Agora, é diferente.

É que, além de fazer todo o procedimento de imigração – responder quais os planos de viagem, apresentar os comprovantes de hospedagem, a passagem de retorno e outros documentos que podem ser solicitados – é preciso ter em mãos a apólice do seguro viagem com cobertura para covid-19.

Este seguro deve cobrir tratamento médico, hospitalização, isolamento e até transferência do paciente. Então, é necessário um serviço completo e que atenda exatamente às orientações das autoridades sanitárias da Argentina.

A boa notícia é que não é exigido um valor mínimo de cobertura do seguro.

DE AVIÃO, DE CARRO E DE ÔNIBUS

Outra coisa muito importante é que, independentemente se você vai viajar de avião, de carro, de ônibus e até mesmo de navio, o seguro viagem é obrigatório para a Argentina em todos os casos.

A única exceção é para quem vai cruzar a fronteira e ficar menos de 24 horas no país. Esta exceção se aplica apenas nas fronteiras terrestres.

Como comprar o seguro viagem

O primeiro passo para comprar o seguro viagem para a Argentina é fazer uma pesquisa de preço e comparar o que o seguro cobre: lembre-se de que é preciso cobrir os custos de tratamento para covid-19 e de que não há um valor mínimo para a isso.

Eu sempre faço esse comparativo pela Seguros Promo. Na plataforma, estão as seguradoras mais conhecidas e, assim, você mesmo pode conferir os planos, os preços e fazer a contratação direto no site, sem muita burocracia.

seguro viagem para a Argentina é obrigatório

Para ver os preços, você só precisa preencher os dados no formulário que aparece logo na capa do site.

Em “Destino”,  escolha a opção “América do Sul”. Depois, coloque a data exata da viagem e os dados pessoais.

Se preferir, você poderá falar com um atendente clicando no ícone do Whatsapp que fica no canto inferior esquerdo do site. O serviço é muito bom e, com certeza, alguém da Seguros Promo fará contato logo depois que você fizer a cotação.

seguro viagem para a Argentina é obrigatório

Esse contato direto com o atendente vai ser muito bom para que você tire eventuais dúvidas e faça tudo com ainda mais segurança.

QUANTO CUSTA

De forma geral,  o seguro viagem não é caro.  Definitivamente, ele não é o item que mais pesa no orçamento, mas é o que pode, literalmente, salvar sua viagem.

Além do fato de ser obrigatório – sem ele, você pode ser impedido de entrar na Argentina –, o seguro viagem tem cobertura para muitas outros itens, como gastos por atraso de voo, extravio de bagagem, cancelamento da viagem e muito mais.

Eu fiz uma simulação no site da Seguros Promo considerando cinco, sete, dez e 15 dias de viagem. Em todos os casos, a cobertura mínima para tratamento de covid-19 foi de USD 30.000, mas lembre-se que este valor pode ser menor, deixando o custo final ainda mais baixo.

Outro fator que influencia na contratação do seguro é a idade do viajante: de forma geral, o valor é o mesmo para pessoas com menos de 65 anos.

Considerando, então, esses dois principais fatores, os preços que encontrei foram estes:

DIAS DE VIAGEM PREÇO DO SEGURO
5 R$ 49,15
7 R$ 68,80
10 R$ 98,29
15 R$ 147,43

Lembre-se de que os valores acima são apenas para você ter uma referência, já que eles podem ter alteração.

Outros fatores que podem influenciar no preço é se há viajantes gestantes ou que pretendem praticar esportes de aventura, por exemplo. Isso tudo deverá ser informado no momento da contratação do seguro.

Guarde o comprovante do seguro

Depois de efetuar a compra, você receberá um e-mail com a apólice do seguro.

É muito importante que você tenha este documento em mãos – ou no celular – quando for fazer o processo de imigração, ou seja, de entrada na Argentina.

Neste momento, os oficiais podem pedir para checar o documento e, por isso, você já deve estar preparado para mostra-lo sem perder tempo.

Então, não se esqueça de imprimir o comprovante do seguro ou de salvá-lo no celular de forma que o acesse rápido e sem internet – eu prefiro ter tudo impresso.

Além disso, salve o número do telefone de emergência do seguro nos seus contatos do celular. Afinal, caso você precise usar a assistência, é para este número que você deverá ligar.

INFORMAÇÕES BÁSICAS
Visto | Brasileiros  não precisam de visto para entrar no país e o tempo de permanência é de até 90 dias. 
Documentos | Brasileiros podem apresentar o passaporte ou a carteira de identidade emitida há menos de dez anos.
Moeda | O peso argentino (ARG) é a moeda local. Para sua viagem, leve reais ou dólares e troque nas casas de câmbio.
Vacinas | Nenhuma vacina é obrigatória, mas é indicado estar vacinado contra covid-19 (veja abaixo).

INFORMAÇÕES SOBRE COVID-19

A Argentina tem atualizado com frequência os requisitos para a entrada de brasileiros no país. Desde o dia 07/04/2022, é necessário atender às seguintes exigências:

  1. Preencher a Declaración Jurada Electrónica para el Ingreso al Territorio Nacional pelo menos 48 horas antes da viagem;
  2. Apresentar seguro de saúde covid-19 com cobertura para hospitalização, isolamento e transferência médica;

Recomenda-se que os viajantes que não estiverem com o esquema de vacinação completo façam um teste de diagnóstico dentro de 24 horas após a entrada no país.

Se um caso positivo ou suspeito de covid-19 for detectado ou relatado no ponto de entrada, poderá ser necessário fazer quarentena.

Para saber mais, acesse o site oficial da Dirección Nacional de Migraciones da Argentina.

SEGURO VIAGEM

Desde que reabriu as fronteiras,  o seguro viagem com cobertura para tratamento de covd-19 passou a ser obrigatório.  Sem ele, você será impedido de entrar no país.

O custo de um seguro viagem é menor do que se costuma pensar e ele garante que você terá atendimento em casos de emergências médicas comuns, como acidentes de trânsito, intoxicações alimentares, acidentes vasculares e infartos cardíacos, por exemplo.

→ Faça uma cotação do seguro viagem

Antes de embarcar, compre o seguro viagem, imprima o comprovante e tenho o número de emergência em local de fácil acesso.

Eu sempre uso a plataforma da Seguros Promo para comparar valores antes de fazer a compra. Eles têm um suporte muito eficiente e preços sempre muito bons.

Veja mais sobre a Argentina

Ficou mais fácil planejar sua viagem? Se tiver alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários que eu respondo.

Se preferir, pode falar comigo no Instagram: @altiermoulin. Agora, aproveite para ver outras dicas da Argentina.