Ryanair muda regra de bagagem gratuita

0

Atualizado em 3 de setembro de 2018

A Ryanair, empresa de baixo custo que tem ótimos preços para quem está pensando em viajar pela Europa, anunciou recentemente que vai mudar – mais uma vez – a sua política de bagagem gratuita.

Ela já tinha feito isso em janeiro, mas agora as mudanças podem prejudicar ainda mais a nossa vida. É que, a partir de novembro, nenhum passageiro poderá embarcar com duas bagagens de mão – a não ser que pague por isso.

Na prática, funciona assim: antes, se você estivesse viajando com uma mochila pequena ou com uma bolsa de mulher, por exemplo, você ainda podia levar, na cabine do avião, uma mala de até dez quilos. Agora, será preciso pagar por ela.

É importante lembrar que uma bagagem pequena – como a mochila ou a bolsa que eu citei – continua sem custo, desde que ele caiba debaixo dos assentos da aeronave.

Ryanair muda regra de bagagem gratuita

Para viajar com uma malinha assim, só pagando. Foto: Divulgação

Quanto custa essa brincadeira

De acordo com informações disponíveis no site da companhia, os bilhetes prioritários, que permitem que os passageiros levem pequenas malas de até dez quilos e uma bolsa ou mochila, por exemplo, na cabine do avião, tem um custo adicional de EUR 6 por trecho. Esse tipo de passagem é limitado a, praticamente, metade da capacidade dos voos da companhia.

Se não conseguir comprar um desses bilhetes, será precisar despachar sua mala, mesmo que ela seja pequena e pese menos de dez quilos. Isso vai lhe custar mais caro: EUR 8 por trecho, se adicionar a bagagem no ato da compra da passagem. Se fizer isso no aeroporto, o preço sobe para EUR 20.

Ryanair muda regra de bagagem gratuita

A empresa cobra EUR 11 por quilo excedente. Foto: Divulgação

Bagagem despachada mais barata

Malas maiores, que não podem ir na cabine do avião, devem ser despachadas. Com a nova regra, a tarifa para bagagens desse tipo, que pesam até 20 quilos, passa a custar EUR 25 por trecho. Acima disso, a empresa cobra EUR 11 por quilo.

Os preços podem variar, mas, de forma geral, é melhor pegar pela tarifa de bagagem antecipadamente: evite deixar para fazer isso na hora do embarque, porque pode lhe custar até EUR 50 o trecho.

Veja todas as tarifas cobradas pela empresa.

Segundo a companhia, as novas medidas foram adotadas para acelerar o embarque e reduzir os atrasos de voos. Mas, na verdade, acredita-se que a Ryanair já esperava que mais passageiros mudassem da opção de bagagem despachada de 20 quilos para a nova opção de 10 quilos, e, pelo que parece, a nova regra reforça o caixa da empresa.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.