Onde se hospedar na Rota das Emoções

0

Atualizado em 21 de agosto de 2018

Não é segredo que eu curto muito o Nordeste e que sou apaixonado pelas paisagens e pela receptividade que encontro aqui. Por isso, eu resolvi indicar alguns lugares para você se hospedar na Rota das Emoções.

Mas, talvez, você não saiba exatamente o que é essa rota. A Rota das Emoções é um roteiro incrível que reúne três áreas de exuberante beleza natural em três diferentes estados: Jericoacoara, no Ceará; Delta do Parnaíba, no Piauí; e Lençóis Maranhenses, no Maranhão. Eu explico isso melhor em: Rota das Emoções: o roteiro mais lindo do Nordeste.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

O Delta do Parnaíba, no Piauí.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Você vai precisar de, no mínimo, oito dias inteiros para percorrer a Rota das Emoções, mas eu não indico fazer em menos de dez dias. É que esse lugar exige uma viagem menos corrida, desfrutando das praias, da paz que as paisagens transmitem e da tranquilidade das cidadezinhas que encontramos no caminho – como Chaval, Barra Grande e Caburé, que merecem sua atenção.

Você vai encontrar ótimos lugares para se hospedar na Rota das Emoções: desde pousadas caras e bem requisitas até aquele tipo de hotel simplesinho e mais barato. A sua escolha vai depender, claro, do quanto quer gastar e do seu gosto pessoal.

Jericoacoara, Ceará

Em Jericoacoara, eu fiquei na Pousada Vila Kalango, que tem quartos – que eles chamam de palafitas – muito agradáveis. Sem falar no atendimento que é insuperável.

Claro que há muitos hotéis e pousadas em Jericoacoara. Afinal, esse vilarejo já ganhou fama mundial há algum tempo. Eu dou mais dicas em: Onde se hospedar em Jericoacoara.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

O restaurante da Vila Kalango.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Já tinha visto uma piscina vermelha antes?

Camocim, Ceará

Eu tive pouco tempo em Camocim, mas, se puder, reserve, pelo menos, uma noite na cidade. O ideal é pegar o pôr do sol que é lindo – eu não dei essa sorte.

Aqui, eu conheci o hotel Casa de São José. Se você está querendo passar dias de rei, venha para cá: os quartos são bem agradáveis e a área comum é toda decorada com móveis de antiquário.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Um dos quartos do Casa de São José.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Que tal um mergulho no fim da tarde?

Barra Grande, Piauí

Em Barra Grande, eu me hospedei na Pousada Titas. Sabe aquele lugar que nos transmite a sensação de estar em casa? Foi exatamente assim.

Barra Grande é um Balneário de Cajueiro da Praia e foi um dos lugares que mais gostei nessa viagem: as ruas não têm calçamento, as casas são simples, o pôr do sol é sensacional e a comida é espetacular.

Outra ótima opção para se hospedar na Rota das Emoções é a famosa Pousada BKG, que fica de frente para a praia. Se não der pra ficar aqui, passe pelo menos para almoçar no Bar da Praia, que fica na pousada.

Parnaíba, Piauí

Em Parnaíba, eu passei uma noite muito agradável na pousada Casa de Santo Antônio, que funciona num casarão decorado com extremo bom gosto: essa é a parte da viagem que você pode ter ótimas regalias.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Nada mal ter uns dias de regalia aqui.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Meu quarto no Casa de Santo Antônio.

Barreirinhas, Maranhão

Eu já estive em Barreirinhas duas vezes. Na primeira, fiquei no hotel Pousada do Buriti, que está mais perto do centrinho da cidade. Na segunda, a Pousada Murici foi o lugar escolhido para me hospedar na Rota das Emoções. Ela tem uma praia particular no rio Preguiças e isto é um ponto muito positivo. EU mostro muitas outras opções em: Onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

A praia privativa da Pousada Murici.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

O café da da Murici tem muita fartura de pratos regionais.

São Luís, Maranhão

Sua viagem pode começar ou terminar em São Luís – não há uma regra. Eu fiquei no Hotel Abbeville. Ele é um basicão, ideal para quem só quer passar uma noite e seguir viagem. Porém, eu sinceramente indico que você aproveite seus dias para conhecer melhor a capital maranhense, como eu mostro em: O Centro Histórico de São Luís.

Onde se hospedar na Rota das Emoções

Pôr do sol em Barra Grande.

Minha viagem teve o patrocínio do Sebrae.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.