Onde comer em Cayo Largo

0

Atualizado em 7 de dezembro de 2017

De todos os custos referentes a uma viagem a este pequeno paraíso, a alimentação é o mais barato. Isso porque, comer em Cayo Largo se resume, praticamente, ao sistema all inclusive.

Depois que você entender como chegar a Cayo Largo, irá perceber que tudo aqui é voltado para o turismo e, por isso, mesmo se você vier apenas passar o dia, o pacote bate-volta, que inclui um incrível passeio de catamarã, também serve almoço e bebias – inclusive alcoólicas.

Se você ficar hospedado nessa ilhota, essa regra também é válida nos hotéis, ou seja, comer em Cayo Largo é algo que você não precisa se preocupar. Até porque, as opções não são tantas assim.

Reserve já o seu hotel em Cayo Largo e garanta os melhores preços.

Onde comer em Cayo Largo

Já adianto que, a culinária cubana é muito semelhante à brasileira. Tanto que, o moros y cristianos é o principal prato de todo o país. Servido de norte a sul da ilha, ele nada mais é que um mexido de arroz e feijão com um tempero característico. O arroz branco, bem comum aqui no Brasil, e o feijão de caldo, como comemos, também são fáceis de encontrar, embora só tenha visto feijão preto por aqui.

Onde comer em Cayo Largo

O La Taberna é um dos poucos lugares para comer fora dos hotéis.

Para você conhecer mais sobre a gastronomia do país, eu sugiro que você leia: Comidas de Cuba: o que comer e beber no país.

É importante destacar que, não existe nenhum restaurante de luxo em Cayo Largo, mesmo aqueles dentro dos grandes resorts. Onde quer que você resolva comer, eu aconselho experimentar os frutos do mar, que chegam fresquinhos à sua mesa.

Encontre hotéis em promoção.

Alguns lugares bacanas para conhecer são o Bar Playa Sirena, o El Balandro e o Villa Marinera. Os três estão localizados perto de onde partem os catamarãs para passeios.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário