Neal’s Yard: o jardim secreto de Londres

2

Atualizado em 20 de março de 2018

Londres parece ser uma cidade sisuda, meio na dela, pintada em cores tímidas que reinam absolutas sob um céu quase sempre acinzentado, não é verdade? Nem sempre. O jornalista Sanmy Moura viveu seis meses na capital da Inglaterra, onde estudou inglês. Lá, ele descobriu um lugarzinho pra lá de colorido e aconchegante, o Neal’s Yard.

Localizado em Covent Garden, no coração de Londres, esse cantinho reúne lojinhas, cafés e lanchonetes de comida orgânica. Sem contar com a gastronomia mediterrânea servida em restaurantes new age, com paredes totalmente coloridas e cheios de obras de arte. Porém, como ele mesmo conta, muitos turistas desavisados passam em frente à portaria sem perceber. Nem se dão conta do que podem encontrar ao se transportarem para o outro lado.

O Neal’s Yard é um bom exemplo desses lugares escondidos, lindos e aconchegantes que Londres tem. É um lugar aonde poucos vão justamente porque não é fácil achar sem ter pesquisado antes. Ele é bem escondido e, olhando para a portaria, não dá pra imaginar o que você vai encontrar lá dentro. Entretanto, quando você coloca o pé do outro lado, acaba se sentindo como se estive em um verdadeiro jardim secreto”, conta.

Neal's Yard | Londres

As lanchonetes e restaurantes de Neal’s Yard. Foto: Garry Knight

Na verdade, o Neal’s Yard é uma pequena rua. Ela tem cerca de 600 metros, e se abre para um pátio entre Shorts Gardens e a Monmouth Street. Aqui, as cores, as plantas e a decoração criam um ambiente limpo e muito calmo. Isso atrai muitas pessoas que escolhem o lugar para o café da manhã ou para o lanche no fim de tarde.

Quando cheguei aqui ainda era muito cedo e as lojas ainda estavam abrindo. Mas, mesmo assim, eu já pude ver pessoas chegando para aproveitar o clima harmonioso que encontramos nesse lugar”, explica Sanmy.

Neal's Yard | Londres

Pela manhã ou à tarde muitas pessoas vêm fazer suas refeições aqui. Foto: Moayad Hussain

Neal's Yard | Londres

Contraste: a discreta portaria e o colorido pátio interno.

Como surgiu o Neal’s Yard

Na metade da década de 1970, o aventureiro Nicholas Saunders, já tinha lançado Alternative England and Wales. Este é uma espécie de guia para quem quer ter um estilo de vida mais alternativo, ligado à espiritualidade e à boa alimentação na Inglaterra e no País de Gales. Foi nessa época que ele se mudou para um antigo armazém em Neals’ Yard. Era apenas um beco sujo e sem qualquer atrativo. Aqui, ele abriu uma loja de produtos naturais e orgânicos e logo o seu pequeno negócio virou um sucesso.

Mais tarde, Saunders fundou uma fábrica de laticínios, um café e uma farmácia especializada em tratamentos homeopáticos. Aos poucos o Neal’s Yard foi ganhando cores, esculturas e outros negócios. Com o tempo, se tornou um dos principais endereços da capital inglesa para quem procura produtos saudáveis.

O Neal’s Yard fica a três minutos da estação de metrô de Covent Garden e a cinco minutos da estação de Leicester Square.

Neal's Yard | Londres

Fachada do salão de beleza.

Neal's Yard | Londres

Sanmy Moura e com o famoso Big Ben ao fundo.

O Sanmy Moura nos contou como foi descobrir esse lugarzinho tão colorido de Londres. Saiba como participar contando suas histórias de viagem. Assim, você vira notícia e ainda incentiva muita gente a viajar mais e melhor.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

2 Comentários

Escreva um comentário