Um passeio pelas ilhas Pituã e Itatiaia, em Vila Velha

0

Atualizado em 22 de Fevereiro de 2018

Quem passeia pela orla da praia de Itapuã consegue avistar, de longe, as ilhas Pituã e Itatiaia. Localizadas em Vila Velha, cidade vizinha de Vitória, capital do Espírito Santo, esses dois paraísos são de fácil acesso. Para quem quer curtir a natureza no verão, é um programa imperdível.

Com os pés na areia da praia de Itapuã e o olhar no horizonte, você fica de frente para as ilhas Pituã e Itatiaia. Ter noção do tamanho delas assim, de longe, é algo difícil. A primeira está a 200 metros da orla, enquanto a outra fica a pouco mais de um quilômetro.

Ilhas Pituã e Itatiaia

Você pode usar um dos barcos de pescadores para chegar às ilhas.

Para quem curte, ir nadando até a Pituã é tarefa simples. Eu aconselho você a ir cedo, evitando ventos fortes. Também é bom usar um pé de pato, para poupar esforços. Como as ilhas Itatiaia ficam um pouco mais distante da areia, nadar até lá é só para quem tem experiência. Ainda assim, não deve ir sozinho.

Não se preocupe, esses paraísos não são limitados a quem se joga no mar. Você pode chegar às ilhas Pituã e Itatiaia em um barco de pescador. Os pescadores ficam na orla de Itapuã, em frente às ilhas, e oferecem o serviço de transporte até lá. Assim, você pode levar os seus pertences sem se molhar e conhecer mais um pouco da natureza da região.

Esses mesmos pescadores contam que, muitas vezes, tiveram que resgatar pessoas que tentaram nadar até Itatiaia e não conseguiram. Com isso em mente, não arrisque sem ter experiência. Na última vez que eu fui, um grupo de nadadores fazia o trajeto, mas alguns deles escolheram voltar de barco.

O paraíso é logo ali

Pode parecer exagero chamar as ilhas Pituã e Itatiaia de paraísos repetidamente, mas a verdade é que, para quem gosta de natureza e quer aproveitar o dia de sol, estes lugares são impressionantes.

Assim que você desce do barquinho, pisando na areia cheia de conchinhas da Pituã, começa a entender porque o lugar fica tão cheio no verão. Aqui, existe uma área de restinga preservada, com muito verde entre as pedras. No centro da ilha fica uma área que, quando a maré sobe, se transforma em uma pequena praia.

Ilhas Pituã e Itatiaia

Quando a maré sobre, o lugar se transforma em uma pequena praia na Pituã.

O ideal é chegar cedo, com a ilha mais vazia e curtir umas horinhas por aqui. Você pode observar as mudanças da maré, que divulga diversas faces do lugar. Com a maré seca, dá para ver cantinhos e animais que normalmente se escondem em baixo da água. E, quando o mar começa a subir, piscinas naturais se formam, ideais para quem pratica esnórquel. A água quase sempre está transparente. Quanto mais cedo você for, menos vento mexe o fundo, o que deixa tudo ainda mais paradisíaco.

Ilhas Pituã e Itatiaia

É por ali que os barcos chegam. Olhando daqui, a ilha se mistura com a praia.

Algumas pessoas vêm pegar praia na ilha, trazendo guarda-sol, cooler, cadeira e canga. Não há nada de errado em aproveitar o que a sua região oferece, mas é muito importante não deixar lixo aqui e preservar a região. Não só pelo visual do lugar, mas porque, aqui, estão diversas espécies marinhas importantes que, assim como todo organismo da natureza, merecem ser preservadas.

Ilhas Pituã e Itatiaia

O lugar é ideal para prática de esnórquel.

Ilhas Pituã e Itatiaia

Aos poucos, piscinas naturais vão se formando.

Um pouco mais distante da orla

O arquipélago de Itatiaia é formado por sete ilhas e, por ser mais longe, sempre ficou mais vazio do que a Pituã. Com o serviço dos pescadores ficou mais fácil explorar o lugar e conhecer mais esse cantinho do Espírito Santo.

Eu dividi meu tempo entre as ilhas Pituã e Itatiaia na mesma manhã. Curti um pouquinho a primeira e, quando senti vontade, liguei para o pescador que tinha contratado o serviço e pedi para que ele me levasse até Itatiaia.

Ilhas Pituã e Itatiaia

Alguns barcos chegam em Itatiaia por aqui.

Já lhe adianto que este é um programa leve, sem pressa, para enriquecer suas experiências de verão, por isso, não se estresse caso o pescador não venha logo que você ligar ou exatamente no horário combinado.

O movimento na estação mais quente do ano é intenso e eles ficam fazendo o trajeto entre as ilhas e a areia sem parar. Isso sem contar que, por lei, eles só podem levar três pessoas de cada vez. Então, coloque os pés na água, o rosto no sol e aproveite o momento até seu barquinho chegar.

Ilhas Pituã e Itatiaia

Em Itatiaia você também encontra lugares para mergulhar.

O lugar onde o pescador parou o barco em Itatiaia já me deixou curiosa para explorar esse pedacinho de terra. Você entra em meio às pedras e, dos dois lados é possível ver outros cantinhos paradisíacos da ilha. Eu queria descer ali, no mar mesmo.

O arquipélago de Itatiaia tem três faixas de areia, mas as três são bem pequenas e, uma delas, some quando a maré sobe. Eu encontrei algumas famílias com guarda-sol e cadeiras curtindo a manhã por ali, e também encontrei lixo na ilha. É muito importante saber aproveitar e preservar ao mesmo tempo.

Foi aqui, em Itatiaia, que eu fiquei impressionada com a cor da água. Em Pituã o mar também estava maravilhoso, mas, na tal faixa de areia que desaparece com a maré, eu encontrei uma praia particular com água azul clara e muitos peixinhos. A área verde de restinga da ilha complementa o azul do céu e os mil tons do mar, fazendo deste programa o ideal para quem ama o verão.

Ilhas Pituã e Itatiaia

A cor da água é impressionante.

Planeje seu passeio pelas ilhas Pituã e Itatiaia

Quanto custa | Eu paguei R$ 25 para ir de Pituã, até Itatiaia e depois voltar para a praia. O preço varia entre os pescadores e também de acordo com sua habilidade de negociação, mas a maioria das pessoas paga cerca de R$ 30 para conhecer as duas ilhas e voltar.

Para nadar até Pituã, você não paga nada. Ir de stand up ou de caiaque também é uma boa ideia.

Quando ir | Durante o verão o movimento é muito maior, mas a água também é muito mais clara e os dias mais bonitos. Eu aconselho você a ir cedo, por volta das 8h, para evitar o vento e a maior concentração de pessoas.

Se possível, ir durante a semana é ainda mais confortável, já que, no fim de semana, as ilhas ficam mais cheias.

Como chegar | Chegar até as ilhas Pituã e Itatiaia é tarefa simples para quem está em Vila Velha ou em Vitória. Se você vem da capital, é preciso atravessar a Terceira Ponte e ir em direção a Itapuã. De carro, o único problema é encontrar lugar para estacionar na orla ou nos primeiros quarteirões, por isso, quanto mais cedo melhor.

De ônibus, saindo de Vitória é preciso ir até o Terminal de Vila Velha. Uma vez na região, você pode pegar as linhas 611, 615 e 650 e pedir ao cobrador para lhe informar o ponto mais perto de saltar.

Você também pode usar o ônibus turístico de Vila Velha, que sai do Boulevard Shopping e atravessa todo o litoral da região, passando por Itaparica, Itapuã e Praia da Costa. Com o bilhete de um dia, é possível descer e subir do ônibus quantas vezes quiser. Para saber mais, leia: Aproveite o ônibus turístico de Vila Velha no verão.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Aline Passos

Estudante de jornalismo e apaixonada por lugares que ainda não conheço, sempre me encantei por culturas e costumes diferentes, e é isso que eu mais quero explorar. Hoje, quando viajo, tento me manter presente, aproveitar o momento e não deixar nada passar.

Escreva um comentário