Férias em New York: dicas para economizar

0

Atualizado em 8 de agosto de 2018

Talvez você esteja aí revendo os seus planos de curtir as férias em New York, e pensando se ainda vai conseguir realizar esse sonho. Pode ser que você até já comprou a passagem, reservou o hotel, mas foi surpreendido com a alta do dólar.

Nós sabemos que não é fácil, mas, com algumas dicas, você consegue driblar a crise e curtir aquelas inesquecíveis férias em New York.

Eu vou abrir o meu coração: nunca tive aquela vontade imensa de conhecer a cidade, e só quando coloquei meus pés aqui é que entendi porque New York é tão atraente para gente do mundo todo.

Então, se você não quer mais adiar esse sonho, guarde essas cinco dicas para curtir férias inesquecíveis e muito mais baratas.

Férias em New York: dicas para economizar

A famosa ponte do Booklin será o cartão postal de suas férias em New York.

Dica 1: evite a alta estação

Se puder, planeje sua viagem para os meses chamados de meia-estação: primavera e outono, entre os meses de março a maio e de setembro a novembro.

No verão norte-americano, que coincide com as férias de julho aqui no Brasil, a cidade fica lotada, cheia de turistas, e tudo fica mais caro: incluindo a passagem aérea e a diária do hotel. Além disso, há o inconveniente das filas – eu lhe ensino um jeito de não pegar fila daqui a pouco.

No final do ano, próximo das festas de Natal e Ano Novo, a cidade também recebe muitos turistas, apesar do frio que chega com neve e tudo. É por isso fica caro realizar aqueles sonhos de patinar no gelo e de ver a árvore de Natal do Rockefeller Center. Mas, a gente não desiste e deixa isso para a próxima.

Férias em New York: dicas para economizar

Fachada do Rockefeller Center, onde é montada a pista de gelo.

Dica 2: use o transporte público

Você já deve saber que o metrô de New York é um dos mais movimentados do mundo. É que, diferentemente do Brasil, a maioria das pessoas aqui prefere usar o transporte público. Ter carro, nessa cidade, é realmente uma questão de luxo, porque a gente pode fazer tudo – exatamente tudo – de metrô e de ônibus.

Como a cidade foi muito bem planejada, sempre há estações próximas dos pontos turísticos. Se precisar, você ainda pode usar os famosos táxis amarelos, mas a moda tem sido o Uber. Uma corrida do Central Park até o Memorial 11 de Setembro, por exemplo, custa cerca de USD 12.

Dica 3: economize nos ingressos

Há um jeito muito prático de economizar nos ingressos das principais atrações de New York. E o mais legal é que é muito simples: você só precisa comprar o CityPASS.

Com descontos de mais de 40%, você vai pagar USD 126 para conhecer seis lugares icônicos, como o Empire State Building, o Museu de História Natural, o The Metropolitan Museum of Art e a Estátua da Liberdade.

Férias em New York: dicas para economizar

O Museu de História Natural é imperdível em qualquer época do ano.

Para você ter uma ideia, só a entrada no Empire State, de onde a gente tem aquela visão clássica da cidade, custa cerca de USD 53, dependendo época do ano. Viu como compensa? Para saber mais, dê uma olhada no site do CityPASS.

Férias em New York: dicas para economizar

O Metropolitan Museum of Arte tem uma incrível coleção do Antigo Egito.

Dica 4: aproveite os programas gratuitos

New York é construída no imaginário de muita gente a partir de seus ícones. Não é à toa que, quando pensamos na sigla NYC, algumas imagens nos veem à mente. Mas, o que, talvez, você não saiba, é que muitos desses lugares são gratuitos.

Além de economizar nos ingressos das atrações, você pode fazer muita coisa por aqui sem gastar nada. O Central Park é um mundo infinito de coisas gratuitas. Tem ainda a Ponte do Brooklin, que não cobra para sair nas fotos; a Times Square, que é o coração da cidade; o Touro de Wall Street, que tem um ritual mítico – dizem que quem pega nas bolas do touro fica rico – e muitas outras atrações. Eu mostro algumas delas aqui: New york: os ícones da Big Apple.

Dica 5: pague menos na Broadway

Embora todas as atrações que visitei tenham valido a pena, eu não poderia fechar as minhas férias em New York de uma forma melhor: assistindo a um show na Broadway. Na verdade eu vi dois espetáculos simplesmente fantásticos, mas o grande barato é que dá para economizar muito no ingresso.

Primeiro, você pode tentar comprar a entrada no quiosque da TDF que funciona exatamente no meio da Times Square, debaixo daquela famosa escada, onde todo mundo tira uma foto. Os ingressos só valem para o mesmo dia, mas o ponto positivo que eles podem ter até mais de 50% de desconto.

Férias em New York: dicas para economizar

Eu vi a Família Adams pagando metade do preço.

Outro jeito – que eu usei e deu certo – é procurar saber qual o cupom de desconto do momento. Quanto estava na fila, uma pessoa me disse para dizer a palavra TZFALL na hora de comprar o ingresso. Deu certo e eu paguei a metade do preço para me sentar na terceira fileira do teatro, exatamente de frente para o palco. Como saber qual a palavra mágica? Pergunte na fila ou na própria bilheteria.

Suas férias em New York

Ficou com vontade saber mais? Dê uma olhada em todos os posts que publicamos sobre New York.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário