Empresa lança seguro para vistos negados

0

Atualizado em 5 de setembro de 2021

Todo mundo sabe que solicitar o visto de entrada para alguns países exige atenção e, muitas vezes, custa caro. Para quem quer viajar para os Estados Unidos, por exemplo, o processo é minucioso e eu já até escrevi sobre isso em: 10 dicas para tirar o visto americano. Mas a novidade que acaba de chegar ao Brasil é o seguro para vistos negados.

O serviço lançado, recentemente, promete reembolsar os gastos com a solicitação do visto, como taxas consulares e dos serviços de despachante – até o limite de R$ 2.000 – caso o visto seja negado. E esse benefício está disponível para todos os tipos de vistos e para todos os países.

De acordo com Ana Maria Santana, diretora operacional e de produtos da Schultz Vistos, o seguro foi criado para oferecer mais tranquilidade ao cliente.

Apesar de toda nossa tradição de 30 anos e de sermos líderes no mercado, não podemos garantir que todos conseguirão a permissão para entrar em outros países, seja a trabalho, lazer ou estudo. Há muitos fatores e regras que podem causar a negativa. O seguro deixa o consumidor mais tranquilo”, comenta.

Ana explica, ainda que é muito importante conhecer a metodologia da empresa que você vai contratar para fazer o pedido do visto, já que isso aumenta as possibilidades de êxito.

É preciso muita responsabilidade, segurança e tecnologia para manter a confidencialidade das informações. Trabalhamos atendendo rigorosamente as normas impostas pelos consulados e com total respeito aos clientes. Só levamos adiante os processos se avaliarmos que há boa chance de sucesso na obtenção dos vistos”, detalha.

O seguro custa R$ 35 e pode ser contratado durante o processo de pedido do visto, por meio de uma parceria com a Vital Card, que faz parte do Grupo Schultz.

A Schultz Vistos tem matriz em Curitiba e filiais em Caxias do Sul e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, Campinas e Ribeirão Preto, em São Paulo, em Brasília, no Distrito Federal, e no Rio de Janeiro, além de uma central de atendimento na capital paulista, São Paulo, onde estão grande parte dos consulados e das embaixadas.

Foto: Agência Brasil Fotografias

SOBRE O AUTOR

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário