Dicas para contratar o seguro viagem

0

Atualizado em 21 de dezembro de 2017

Olhando a foto acima, você pode imaginar quão divertido é voar de balão, não é verdade? Eu já experimentei duas vezes e posso dizer que é sensacional, mas inclui riscos. Aliás, viajar é muito prazeroso, mas, de uma forma geral, sempre inclui riscos. Claro que ninguém sai de casa pensando no pior, mas problemas acontecem, e é para minimizar esses contratempos que você deve contratar o seguro viagem.

Faça uma cotação do seguro viagem e garante o melhor preço.

Você sabe contratar um seguro viagem? Ou será que você é daqueles que não fazem questão de estar segurados quando viajam? Tudo bem, eu só quero lembrar de alguns casos de pessoas que jamais imaginaram que passariam por sérios problemas durante sua viagem, como é o caso das turistas que caíram de um balão que pegou fogo na Turquia, e da turista que sofreu um grave acidente no Peru. Imagina ter que lidar com toda essa situação em um país estranho? Não é nada simples.

Para que você viaje tranquilo, eu listei algumas dicas de como contratar o seguro viagem.

Contrate antes de viajar

A apólice do seguro viagem estará protegendo você e seus bens a partir do momento que você sair de casa, e não apenas quando chega ao destino. No trajeto, no voo e durante os seus dias no lugar escolhido, você poderá usufruir da tranquilidade de ter escolhido e comprado seu seguro antes de partir.

Imprima o comprovante

É muito importante ter o comprovante de sua compra consigo durante toda a viagem. Imprima o documento enviado pela seguradora e ande com ele na mochila e tenha uma cópia no hotel.  Neste comprovante deverão estar facilmente identificados os números de telefones que você pode ligar em casos de emergência e, também, o número de seu contrato. Confie em mim. Com o cartão de assistência em mãos, sua viagem será ainda mais tranquila e sem contratempos.

Escolha a cobertura correta

Verifique se o plano que você escolheu é adequado para o destino e para seu perfil de viajante. Ter uma cobertura que seja coerente com os gastos hospitalares do destino, por exemplo, é essencial para que você não precise, mais tarde, de arcar com custos extras. Verifique também qual o valor estabelecido para reembolso no caso de extravio de bagagem, e se o seguro cobre visitas de parentes em casos mais graves.

Se você estiver viajando para a Europa, a atenção deve ser dobrada. O Tratado de Schengen estabelece limites para que você entre em qualquer um dos países da União Europeia. Se você chegar lá, sem isso, a chance de ser impedido de passar pela imigração é grande.

Conheça o contrato

Verifique se o plano contratado está de acordo com as informações oferecidas na hora da compra, e se os limites estão descritos nas condições particulares. É muito importante saber quais as coberturas estão garantidas e como funciona o reembolso, caso você tenha que pagar pelo atendimento e depois pedir o ressarcimento.

Use em viagens nacionais

Muitos viajantes não veem importância em contratar um seguro durante as viagens domésticas. É um erro pensar que coisas desagradáveis acontecem apenas em roteiros internacionais e que o plano de saúde é o responsável pelo atendimento em todo território nacional”, é o diz o gerente de Produtos e Novos Negócios da Assist Card. Segundo ele, os planos de saúde oferecem tratamentos dentro de uma rede credenciada e muitas vezes não incluem todo o território brasileiro.

Vale lembrar que além das coberturas médicas, a maioria dos seguros inclui assistência na localização de bagagem, atendimento 24 horas e uma rede de médicos e hospitais credenciados em todo território nacional.

Como contratar o seguro viagem

Contratar um seguro é essencial para uma viagem tranquila. Eu sempre uso o seguro, e tenho alguns motivos para isso. Você pode fazer uma cotação com a Seguro Promo, empresa que tem preços excelentes – e você ainda tem desconto usando o cupom PENAESTRADA5. O site lista as principais empresas e mostra qual delas tem o melhor preço para produtos semelhantes.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

Escreva um comentário