Compras em Buenos Aires

2

Atualizado em 13 de julho de 2018

A leitora Letícia Salgado morou um ano em La Plata, pertinho da capital da Argentina. Apaixonada pela capital portenha, ela nos ensina onde e como fazer compras em Buenos Aires.

A primeira dica que a profissional de relações públicas nos oferece é sempre perguntar se a loja está ligada ao sistema Tax Free. Assim, ao finalizar as suas compras, de pelo menos ARS 70, o vendedor irá preencher um formulário e, ao deixar o país, você receberá de volta o imposto pago sobre aquelas mercadorias.

A devolução é feita na aduana argentina que, no Aeroporto de Ezeiza (EZE), funciona em um balcão próximo à área de raio X. Ela contou que sempre aproveita esse valor para fazer compras do free shop.

Calle Florida | Nessa rua, fica o shopping Galerias Pacífico, o principal da cidade. Vale a pena caminhar pelo calçadão da Florida, principalmente entre a Avenida de Mayo até a Plaza San Martin.

“Na Florida, tem uma loja de decoração chamada Falabella, cuidado para não comprar a loja toda. Também vale a pena caminhar pela Avenida Lavalle, que tem muitas lojas com artigos para os filhos adolescentes. Aproveite para experimentar o restaurante La Casona de Nono que é tradicionalíssimo e sempre com preços bons. Em toda essa área tenho muito cuidado com a suas bolsas porque a ação de trombadinhas é frequente”, orienta Letícia.

Na rua atrás do Galerias Pacífico há vários pubs no estilo londrino. No fim de tarde, quando os portenhos saem do trabalho, eles ficam lotados, e a diversão é garantida.

Compras em Buenos Aires | Calle Florida

A movimentada Calle Florida e o Galerias Pacífico. Foto: Wally Gobetz

Compras em Buenos Aires | Galerias Pacífico

Interior do shopping Galerias Pacífico.

Compras em Buenos Aires | Patio Abasto

O belíssimo Patio Abasto onde funcionou o mercado de alimentos portenho.

Avenida Corrientes | Essa avenida tem um comércio mais barato. No bairro chamado Once, caminhe entre Avenida Callao e o Shopping Abasto, que por sinal é muito bom – aqui funcionou a antiga empresa de distribuição de alimentos de Buenos Aires, onde Carlos Gardel trabalhou. Nessa área, você encontrará cerca de dez quadras de puro comércio especializado. São lojas de bijuterias, outras só de bolsas, de tecidos, brinquedos e por aí vai. Mas, lembre-se, é uma área bem popular.

Avenida Santa Fé | Caminhando da Avenida Callao até a Avenida 9 de Julio, você vai encontrar um excelente comércio, talvez o melhor de todos eles. Entre em todas as galerias, especialmente na Bond Street onde se encontram as lojas de tatuagens, piercings e tudo de mais descolado. Aproveite para comer no café Las Madeleines, que é muito tradicional e delicioso. As grandes marcas também estão na Santa Fé, portanto, aproveite.

Ainda na Santa Fé, quase no meio entre Callao e a 9 de Julio, tem uma loja de decoração da rede Okko. A loja é muito linda e tem um restaurante. Aqui você pode dar uma paradinha para um almoço executivo. A ambientação é muito legal.

Calle Murillo | Um pouco mais afastada, aqui é o lugar ideal se você quiser comprar roupas de couro. Tome um táxi até a altura do número 666. O clima é mais tranquilo do que na Florida, onde o assédio dos vendedores beira o insuportável.

Compras em Buenos Aires | Letícia Salgado

A relações públicas Letícia Salgado em Puerto Madero.

Compras em Buenos Aires | Patio Bullrich

O interior do charmoso Patio Bullrich.

Outras dicas de compras em Buenos Aires

  • Não deixem de conhecer os outlets no final da Avenida Córdoba, a partir da Calle Armênia.
  • Apesar de a melhor opção ser comprar nas lojas de rua, a Letícia indica que você conheça as Galerias Pacífico e o Patio Bullrich. “Esses dois shoppings são especiais”, define a leitora.
  • Aos domingos, o Hotel Four Seasons realiza o Champagne Brunch na mansão anexa ao hotel, com buffet variado regado a Chandon. Aproveite esse momento de luxo por ARS 60.
  • Há também o sofisticado chá da tarde do fabuloso Hotel Alvear, na Recoleta. Preparem-se para o verdadeiro luxo. “Vista uma roupa legal e vá tirar onda”, incentiva Letícia.

Letícia Salgado contou as suas dicas sobre Buenos Aires. Saiba como participar contando suas histórias de viagem.

Veja todos os posts de Buenos Aires

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

2 Comentários

    • Altier Moulin

      Djair,

      Os especialistas sugerem que levar dólar ameriano é sempre a melhor opção. Na Argentina a conversão do dólar para o peso vai te favorecer. Talvez você deva levar alguns pesos – cerca de ARS$ 200 – apenas para as despesas inicias como táxi ou uma água no aeroporto.

      Um abraço!

Escreva um comentário