Como é voar para a África do Sul

4

Atualizado em 24 de julho de 2018

A South African Airways é a principal companhia aérea sul-africana e uma das melhores opções para voar para a África do Sul, país que tem atraído, cada vez mais, a atenção dos brasileiros. Viajar com esta empresa, para mim, foi sinônimo de tranquilidade, conforto e hospitalidade. Tudo o que a gente precisa para começar ou terminar de forma muito positiva uma viagem de férias.

Fundada há mais de 80 anos, ela é a maior companhia área do continente africano e, atualmente, possui uma frota com 55 aviões, 39 destinos e transporta aproximadamente sete milhões de passageiros por ano. O Aeroporto Internacional de Guarulhos é o único destino da companhia, aqui, no Brasil.

Como é voar para a África do Sul

Uma das 55 aeronaves da South African Airways.

Eu fiz os dois trajetos, ida e volta, com a South African Airways, mas o que relato, aqui, são os detalhes do voo de volta, saindo do Aeroporto Internacional de Cape Town (CPT). Como acontece com a maioria dos voos que partem dessa cidade para o Brasil, o avião fez uma conexão em Joanesburgo, no Aeroporto Internacional O. R. Tambo (JNB), e só depois segui para São Paulo.

Eu comprei minha passagem em um site brasileiro com cinco meses de antecedência e, por isso, consegui um excelente preço: R$ 1.800, ida e volta. Considerando que vivemos um período de alta do dólar, paguei barato para voar para a África do Sul.

Como é voar para a África do Sul

Interior da aeronave.

Após a compra, fui informado pelo site sobre a necessidade de tomar a vacina de febre amarela e de emitir o certificado internacional pela Anvisa, com pelo menos dez dias de antecedência.

Check-in

Meu primeiro voo foi de Cape Town para Joanesburgo. Cheguei ao aeroporto por volta das 4h30, pois o meu voo estava marcado para às 6h20. O balcão de check-in da South African Airways fica na entrada 1 do aeroporto e é muito fácil encontra-lo.

Fiz o meu check-in para os dois voos, despachei a bagagem – que pegaria somente no Brasil – e segui para o portão de embarque. Acredito que, por conta do horário, o aeroporto estava bastante vazio, por isso não tive que enfrentar filas.

O aeroporto de Cape Town é muito bem sinalizado, tem internet sem fio gratuita e alguns cafés e restaurantes.

Serviço de bordo

Durante o voo de aproximadamente duas horas até Joanesburgo, foi servido um café da manhã. O serviço foi bom e a equipe de comissários foi bastante receptiva e atenciosa com os passageiros. O único ponto negativo é que, neste avião, por se tratar de voo doméstico, não há telas interativas nos bancos. Por outro lado, aproveitei a viagem para ver o sol nascer e confesso que foi sensacional.

Como é voar para a África do Sul

Kit de amenidades distribuído aos passageiros da classe econômica.

Já no aeroporto em Joanesburgo, após o desembarque, caminhei pelo aeroporto até a área de imigração e segui para o portão de desembarque. O aeroporto é muito bem sinalizado, por isso não é difícil encontrar a área de imigração, onde temos que carimbar o passaporte.

Já que eu tinha pouco mais de duas horas livres, aproveitei para fazer algumas compras no free shop do aeroporto. Na loja Big Five, eu consegui comprar alguns perfumes com bons preços.

O voo de retorno ao Brasil, apesar de ser um pouco cansativo, – são 8h30 de voo – foi bastante tranquilo e confortável. Eu saí de Joanesburgo por volta das 11h e cheguei ao Brasil às 16h30. Lembrando que a diferença de fuso é de cinco horas.

Como é voar para a África do Sul

Uma das refeições servidas a bordo.

Como é voar para a África do Sul

Não dá para dizer que é uma delícia, mas engana a fome.

Voar para a África do Sul

O avião, um Airbus 330-300, é muito bem equipado, tem telas interativas com filmes, séries, shows, jogos e músicas. Foram servidas duas refeições, além de bebidas, como vinho, cervejas, café, chá, suco, água e refrigerantes.

Por se tratar de um voo longo e por ter viajado na classe econômica, fiquei bastante satisfeito com o serviço da South African Airways. A equipe de comissários foi bastante hospitaleira e demonstrava alegria em estar trabalhando e servindo os passageiros.

Também achei bastante positiva a atitude da equipe de traduzir o menu aos passageiros que não falavam inglês. Já presenciei situações em que o passageiro ficou totalmente perdido por não falar a mesma língua da tripulação e não ter auxílio nenhum.

Como você pode ver, voar para a África do Sul com a South African Airways foi uma surpresa bastante positiva.

Como é voar para a África do Sul

Amanhecer a bordo da aeronave.

SOBRE O AUTOR

André Pain

Administrador atuando como auditor contábil em uma multinacional e viajante nas horas vagas, meu sonho de criança era conhecer o mundo. Hoje, meu maior prazer é ver isso se realizar toda vez que embarco para um novo destino.

4 Comentários

  1. Olá André
    Adorei seu post, irei para Africa do Sul agora em Outubro.
    Voltarei para SP saindo de Caoe Town, poderia me falar se na conexão em Joanesburgo precisa despachar a bagagem novamente ?

  2. Margarete Fleury on

    Parabéns pelo Blog, rico de informações , apenas uma dúvida que esta me deixando preocupada com relação a viagem para Cape Town, me preocupo com a violência, o que vc tem a me dizer desta preocupação, quais as dicas que vc me daria. Obrigada. Pretendo ir em dezembro/17

    • Altier Moulin

      Oi, Margarete.

      Os cuidados que você deve ter são os mesmo que tem aqui no Brasil. Eu, o tempo que estive na cidade, não vi cenas de violência nem me senti inseguro, mas é sempre bom ter os cuidados habituais.

      Aproveite sua viagem. 🙂

Escreva um comentário