Cinco viagens pela América do Sul

0

Atualizado em 11 de novembro de 2015

Em tempos de crise e de alta das moedas estrangeiras, fugir de qualquer destino onde você tenha que gastar em Euro ou em Dólar faz muito bem ao seu bolso, e pra quem já havia praticamente desistido de viajar nas próximas férias, a dica é dedicar um tempo para planejar e buscar roteiros alternativos. Nesse contexto, viagens pela América do Sul sempre são uma boa ideia pra gente gastar muito menos do que em outros roteiros.

Alguns pontos positivos de viajar pela América do Sul são a não exigência de visto e nem mesmo de passaporte: você pode viajar utilizando a sua carteira de identidade, desde que ela esteja bem conservada. Além disso, o nosso dinheiro é mais forte que a maioria das moedas dos países vizinhos, e é isso que nos fazer ser (ou achar que somos) mais ricos enquanto viajamos.

Bolívia

Talvez a Bolívia seja o país sul-americano onde você mais economiza durante uma viagem, mas isso não significa que você vai deixar de se divertir e de conhecer lugares especiais e uma cultura fantástica. Pra você ter uma ideia eu fiz o roteiro de três dias pelo Salar de Uyuni e gastei cerca de BOB 1.000, o que convertido em reais dá algo em torno de R$ 500, incluindo transporte, almoço e hospedagem. Essa foi uma viagem supereconômica, cheia de grandes aventuras e paisagens espetaculares. Veja todas as minhas dicas da Bolívia.

Cinco viagens pela América do Sul

O Salar de Uyuni.

Cinco viagens pela América do Sul

O deserto de Siloli.

Paraguai

Para chegar ao Paraguai você só precisa cruzar a fronteira em Foz do Iguaçu, no Paraná. Aqui não há burocracia, não é preciso ter visto e nem apresentar a carteira de identidade. É verdade que a maioria dos brasileiros que vem pra cá aproveita para fazer compras, mas não é só isso que o Paraguai tem a nos oferecer. Eu, por exemplo, conheci o Saltos del Monday, uma bela queda d’água que fica bem perto da tríplice fronteira. Veja todas minhas dicas do Paraguai.

Cinco viagens pela América do Sul

A Ponte da Amizade, fronteira entre Brasil e Paraguai.

Cinco viagens pela América do Sul

A bela cachoeira Saltos del Monday.

Uruguai

O Uruguai também está logo ali e não raramente pipocam promoções de passagens aéreas – especialmente com milhas – para a gente vir sempre à essa terra tão adorável. O Uruguai é um país simples, pacato e muito bem organizado. Montevidéu, sua capital, tem um centro histórico que é uma graça, e eu nem preciso dizer que sou apaixonado por Colonia del Sacramento, uma pérola portuguesa em terras de espanhóis. E tem também Carmelo, um destino ainda pouco explorado no país, e a famosa Punta del EsteVeja todas minhas dicas do Uruguai.

Cinco viagens pela América do Sul

O farol de Colonia del Sacramento.

Cinco viagens pela América do Sul

O famoso monumento de Punta del Este.

Chile

Quando falamos de Chile as possibilidades são enormes. Como o país tem uma geografia beneficiada por sua extensão territorial, as diferentes paisagens, climas e ecossistemas que encontramos aqui sempre agradam. Se você gosta de frio e neve, vá para a Patagônia, no Sul, e desfrute de suas paisagens. Se quiser calor e muitas aventuras, vá para o Atacama, no Norte. Os brasileiros são muito bem-vindos no Chile e eu tenho certeza que seus dias por aqui serão inesquecíveis. Veja todas minhas dicas do Chile.

Cinco viagens pela América do Sul

Patagônia: o fantástico Glaciar Pia

Cinco viagens pela América do Sul

Os pinguins da Isla Magdalena.

Colômbia

Sou muito suspeito de falar da Colômbia. Eu sou apaixonado por esse país cheio de cultura e praias lindíssimas, como as de San Andrés. As cosias aqui são tão baratas, mas tão baratas que eu escrevi um post com os preços do arquipélago. Tem também Cartagena, essa senhora bem conservada que conquista todo mundo que a conhece. Se você quer algo mais urbano, escolha Bogotá e sua vida cultural efervescente. A cidade tem mais de 50 museus, só pra você ter uma ideia. Veja todas minhas dicas da Colômbia.

Cinco viagens pela América do Sul

Ilha Acuário: ao chegar aqui você entenderá o motivo do nome.

Cinco viagens pela América do Sul

O volume se destaca nas obras de Botero.

SOBRE O AUTOR

Sou jornalista, capixaba e apaixonado pelo universo viajante. Sempre gostei de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Quando criança, sonhava em viajar pelo mundo e, já adulto, isso virou um propósito de vida.

Escreva um comentário