10 dicas para tirar o visto americano

10

Atualizado em 13 de julho de 2015

Mesmo que circule um boato de que o visto americano desaparecerá, turistas brasileiros que desejam viajar para os Estados Unidos ainda precisam dele entrar no país. O processo para conseguir essa autorização é cheio de segredos e é justamente isso que deixa todo mundo com o coração na mão na hora de dar início ao pedido do visto consular.

Com a ajuda de um especialista, eu listei 10 dicas para tirar o visto americano que são importantes informações para você se preparar melhor para as fortes emoções que te alcançarão antes e durante os procedimentos. Você vai ver que, com alguns cuidados, tudo poderá ser mais fácil e menos doloroso. Então, vamos lá.

1. Preecha o formulário corretamente

O primeiro passo para que você solicite o seu visto é preencher corretamente o Requerimento Online para Visto de Não-Imigrante (Online Nonimmigrant Visa Application), que também é chamado de Formulário DS-160 e que está disponível aqui. Todas as informações devem ser verídicas, claras e coerentes com a sua realidade. Não tente burlar regras ou ignorar informações que você considera desnecessária. É com base neste formulário que o seu perfil será traçado e, posteriormente, avaliado.

Se tiver dúvidas ou caso não se sinta preparado, contrate uma empresa especializada em vistos. Pagar um pouco mais agora pode sair mais barato do que ver o seu sonho destruído.

2. Responda com segurança e objetividade às perguntas

Um dos grandes momentos do processo de solicitação do visto é a entrevista com um oficial da Embaixada ou do Consulado americano. Geralmente as perguntas são poucas e giram em torno dos temas como trabalho, objetivo da viagem e fonte de recursos financeiros. Nessa hora, falar demais pode lhe prejudicar, da mesma forma que omitir informações importantes também lhe farão sair perdendo. Então, seja objetivo e claro nas respostas.

3. Controle o seu emocional

Não há padrões para conceder ou negar o visto. Quem decide isso é o entrevistador e ele pode simplesmente olhar para sua cara, não gostar de você e lhe dizer um sonoro não. Além disso, eles foram treinados para lhe desestabilizar. Com um olhar fixo e, às vezes, bastante superior, os oficiais vão fazer de tudo para lhe intimidar. Não ceda. Continue firme e mantenha uma postura tranquila.

Nesse dia, vista-se apropriadamente. Mulheres não devem usar roupas e nem decotes extravagantes. Já os homens devem procurar estar bem alinhados com cabelo e barba perfeitos. Claro, jamais vista-se de forma incoerente com o seu perfil. Tentar impressionar os oficiais com uma roupa nova não vai dar certo.

4. Mesmo com o visto, você pode ser barrado

Ter o visto americano não significa que você vai entrar nos Estados Unidos. Ao chegar lá, um oficial da imigração pode exigir que você apresente documentos extras, como o endereço de sua hospedagem e comprovação de recursos financeiros. Se ele achar que você não tem informações seguras e confiáveis, ele não vai autorizar sua entrada no país.

Para evitar que isso aconteça, viaje sempre com as reservas das passagens aéreas impressas, com uma fatura do seu cartão de crédito mostrando o limite para compras e um comprovante da reserva do hotel onde ficará hospedado.

5. Reúna toda a família

Se o seu plano é viajar com a família toda, a melhor opção é fazer uma solicitação para todo mundo de uma vez só. Agendando para todos juntos a chance de negativa é menor e não há aquele risco de um conseguir e o outro não.

6. Existe coisa ainda pior

Embora o processo para obter o visto americano seja muito cansativo e estressante, o visto mais negado é o canadense, que tem um processo mais simplificado, sem entrevista. Tá vendo, nem tudo é tão ruim assim.

7. Aproveite e visite Cuba

Embora isso pareça estranho, com o visto você pode visitar todos os territórios americanos como Porto Rico, Samoa Americana e Ilhas Virgens, e, também, pode entrar e sair livremente de Cuba. Sim, com a autorização americana em seu passaporte você não precisa de autorização do governo cubano para entrar na ilha. Estranho, não?

8. Fique esperto com o tipo do seu visto

Atualmente só existem dois tipos de visto: o de turismo e o de trabalho. O de trabalho é emitido exclusivamente para brasileiros que vão morar e trabalhar legalmente no país, ou seja, estão indo a convite de uma empresa americana ou transferido por uma empresa brasileira que tem sede na terra dos ianques. O visto de turista substitui, então, o antigo visto para business, que era utilizado no caso de pessoas que viajavam para participar de eventos, conferências ou rodadas de negócios.

Então, que fique claro: se você estiver viajando para participar de um evento relacionado ao seu trabalho, jamais diga que o motivo de sua viagem é trabalho, pois o oficial da imigração poderá entender que o seu visto (de turista) não permite que você trabalhe. Nesse caso é melhor explicar que você vai participar de um evento e citar qual o evento.

9. Tudo é mais fácil para quem já teve o visto

Se você já teve o visto e cumpriu todas as formalidades exigidas, solicitar o visto pela segunda vez será mais fácil. Mesmo assim, você terá que cumprir todo o procedimento padrão já que não existe renovação de visto, mas a solicitação de um novo. O que ajuda é que no sistema deles já constará que você teve o visto e que já entrou e saiu do território americano.

10. Conte com a sorte

Todo mundo sabe que a o governo americano tem uma meta de negativas de visto, mas o que ninguém sabe é qual é essa meta e como ela é aplicada. Portanto, não temos escolha. O jeito é preparar tudo conforme manda o figuro e contar com a sorte.

* Com informações de Klaus Tomich, gestor da MondialVistos.

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um viajante apaixonado pelas coisas desse mundo. Um jornalista que adora contar boas histórias e compartilhar informações de viagem. Meu propósito de vida é ajudar outras pessoas a conhecerem lugares novos e a viverem experiências inesquecíveis.

10 Comentários

  1. Avatar

    Oi,

    Meu nome é Andressa, moro no Acre e estou planejando me casar com um americano. Ele vai arcar com todas as dispesas para eu ir, mas eu não sei como ter o visto: eu tenho que me deslocar do estado para obter o visto. Me ajude, estou completamente perdida.

    • Altier Moulin

      Oi Andressa,

      Eu sugiro que você procure uma empresa que ofereça esse serviço. Procure em sua cidade ou em Rio Branco. E sim, você precisará ir a Brasília, São Paulo ou Rio de Janeiro para a entrevista do visto.

      Um abraço.

  2. Avatar

    Olá! Meu nome é Janaína e queria tirar algumas duvidas. Bom, eu não trabalho, mas eu estudo. Eu tenho casa fixa, e no caso quem vai arcar com tudo será meu avô, pra uma viagem na Disney… Ele tem terreno, casas aqui em Sp, e eu so estudo, tenho possibilidade de ter o visto? Pois meu vinculo é meu estudo, e minha familia inteira é daqui, com rendas boas…

    • Altier Moulin

      Janaina,

      Aparentemente você não terá problema para tirar o visto, mas esteja com os documentos certinhos e, se tiver dúvida, contrate uma empresa de vistos.

      Um abraõ.

  3. Avatar
    Decio Bondi Laghi on

    Olá. Bom dia!

    Queremos viajar pra disney em setembro de 2016. Gostaria de saber se devo fazer a entrevista junto com ela? ou separado? Com relação ao custo da viagem, devo colocar que quem irá custear a dela e a dos meus filhos será eu? Ela? Ou dividiremos? Devo informar todos os rendimentos meu e dela quando preencher o ds-160? No caso da empresa só pode ser por decore, pois não tenho holerite?

    Obrigado!

    (Este comentário foi editado para preservar informações pessoais do leitor)

    • Altier Moulin

      Decio,

      Não há regras exatas para obter o visto americano. Geralmente, quando a família vai viajar junta, a entrevista deve ser marcada junta também. O importante é juntar toda a documentação, ser claro e evitar demonstrar nervosismo ou insegurança nas informações.

      Eu sugiro que você contrate uma empresa para lhe ajudar nessa parte.

      Um abraço.

Escreva um comentário