Villa Borghese: um parque no meio da cidade grande

0

Atualizado em 4 de agosto de 2017

Você sabe me dizer o que São Paulo, Nova York e Roma têm em comum? De fato essas três cidades colecionam muitas semelhanças – são grandes metrópoles, destinos turísticos fantásticos e superpopulosas, por exemplo –, mas eu quero falar sobre os seus incríveis parques, como o Villa Borghese, na capital italiana.

Se São Paulo tem o Parque do Ibirapuera e Nova York, o Central Park, Roma tem o Villa Borghese, um espaço a céu aberto ideal para você aproveitar um pouco mais da natureza em meio a prédios e ao trânsito caótico daqui.

O parque, que tem entrada gratuita, é um dos meus lugares favoritos em Roma, quando o assunto é relaxar ou praticar algum tipo de esporte. Além de ter muita área verde, o Villa Borghese mistura natureza com arte, o que o deixa mais incrível e faz com que a visita ao seja imperdível durante sua viagem à capital italiana.

Villa Borghese

Jardim público

Considerado um dos maiores parques urbanos da Europa, esses jardins pertenciam à família Borghese e só se tornou um parque aberto ao público em 1903. Desde então, tem se tornado um dos lugares favoritos dos romanos e de vários turistas que vem à cidade.

O parque tem um formato de coração, como é possível ver no mapa, e fica próximo à Piazza di Spagna – Praça da Espanha, em português. O local é ideal para passar o dia inteiro com as crianças, fazer piquenique, caminhar ou correr. Enfim, são muitas atividades.

O parque é grande, tem 80 hectares de muito verde em meio à grande cidade. Então, eu recomendo que você alugue uma bicicleta ou um par de patins e passeie por todo o ele. Durante o trajeto você vai encontrar dezenas de fontes, obras de arte e algumas outras atrações, como: Galleria Borghese, Giardino del Lago, Casa del Cinema e o Bioparco.

Villa Borghese: um parque no meio da cidade grande

Esses jardins pertenceram à família Borghese, mas se tornaram o queridinho de Roma.

Principais atrações

Galleria Borghese | Este é um dos museus mais importantes da cidade de Roma. Aqui, é possível ver diversas obras de arte, incluindo os artistas Caravaggio, Bernini e Raphael. Ao entrar no museu, você vai se surpreender com o teto da sala de ingresso: é uma pintura do artista italiano Mariano Rossi em homenagem à civilização romana.

Giardino del Lago | O Jardim do Lago, em português, fica no centro do parque. Este é um lago artificial onde você poderá remar em um barquinho. É um passeio bastante divertido e agradável para fazer nos dias mais quentes.

Villa Borghese: um parque no meio da cidade grande

Como não relaxar em um lugar assim?

Casa del Cinema | Os italianos adoram cinema, e se você estiver por aqui vale a pena conferir a programação da casa. Todos os meses, é possível participar de alguma programação especial ou conferir festivais de cinema. Durante o verão, o parque exibe alguns filmes ao ar livre.

Bioparco | Este é o zoológico de Roma, mas não é um zoológico qualquer. O parque tem como responsabilidade desenvolver um projeto de proteção aos animais, por isso, aqui, você irá encontrar animais que foram resgatados de maus tratos e animais utilizados em contrabando, por exemplo. É um parque sensacional, com muitas atividades, como tirolesa. Se aqui os adultos já se divertem, imagine só um passeio com as crianças.

Lanchonetes no parque

Quando bater a fome, não se preocupe, aqui no parque você pode encontrar restaurante, lanchonetes, cafés e alguns food trucks que vendem biscoitos, guloseimas, refrigerantes e claro, vendem o famoso gelato.

Para que o parque fique ainda mais imperdível e irresistível, existe um mirante onde é possível ver grande parte de Roma. Daqui do alto, é possível ver a Basílica de São Pedro. Confesso que a vista ao anoitecer é de tirar o fôlego, então eu recomendo que você aguarde o sol se pôr para contemplar essa vista sensacional.

Durante minha viagem à cidade eterna, diversas vezes visitei este parque, por isso, não deixe de fazer de conhecer o Villa Borghese, pois realmente é uma atração imperdível e você irá adorar o contato com a natureza e irá apreciar um pouco mais da arte italiana.

Villa Borghese: um parque no meio da cidade grande

A paisagem cativante do Villa Borghese.

Planeje sua visita ao Villa Borghese

Quanto custa | A entrada no parque é gratuita, mas para visitar a Galleria Borghese é preciso pagar EUR 11. O Bioparco custa EUR 16, para adultos, e EUR 13, para crianças.

Quando ir | O parque fica aberto o dia todo. Galleria Borghese terça a domingo 9h às 19h. Bioparco aberto todos os dias das 9h30 às 17h.

Quem leva | Conhecer o Villa Borghese acompanhado de um guia pode ser interessante para quem quer explorar e entender melhor cada canto desse parque. Em Roma, há várias empresas que oferecem esse serviço e você pode consultar os preços e fazer suas reservas.

Como chegar | O parque fica perto da Piazza di Spagna, onde há uma estação de metrô, de onde você pode caminhar até o parque. Caso prefira vir de ônibus, utilize as linhas 53, 63, 83, 92, 223, 360 e 910 e desça na Parada Pinciana Museo Borghese.

Onde ficar | Roma é uma das cidades mais visitadas do mundo e há uma infinidade de hotéis, hostels e apartamentos disponíveis na cidade. O grande detalhe é que, fazendo as reservas com antecedência, você consegue uma boa localização e, claro, preços mais baixos. Veja as melhores opções de hospedagem em Roma.

Visto | Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na Itália por até 90 dias. Porém, é preciso apresentar o passaporte com até seis meses de validade e o seguro viagem. Veja como comprar o seu com descontos exclusivos.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

André Pain

Administrador atuando como auditor contábil em uma multinacional e viajante nas horas vagas, meu sonho de criança era conhecer o mundo. Hoje, meu maior prazer é ver isso se realizar toda vez que embarco para um novo destino.

Escreva um comentário

Inline
Inline