O simbolismo da Catedral de Brasília

4

Atualizado em 3 de julho de 2015

Esta é a terceira vez que visito a Catedral Metropolitana de Brasília, mas nem por isso ela deixa de me surpreender. Do lado de fora e, ainda mais, por dentro a arquitetura e os detalhes que fazem dela única, são sensacionais. Como eu já contei, Brasília tem várias obras de Oscar Niemeyer e a Catedral é uma delas.

Esse nobre arquiteto com alma de ateu fez uma das mais fantásticas obras ao rabiscar os traços da Catedral. Suas linhas correram o mundo e, antes mesmo de ser concluído, esse templo católico já impressionava pela ousadia e estética vanguardista. Mas, o que talvez você não saiba é que tudo por aqui tem um significado que vai além do que você vê. Talvez esta tenha sido a forma que esse homem de poucas crenças tenha encontrado para se inspirar. Veja só.

A Catedral, que é o primeiro monumento construído em Brasília, tem dezesseis semiarcos que formam um desenho que lembra a posição de duas mãos unidas em oração. Ainda do lado de fora, estão os quatro evangelistas, sendo que João está separado dos demais. Ele era considerado uma espécie de líder com mais acesso a Jesus.

Do lado esquerdo, está a cúpula do batistério que simboliza a hóstia, sagrada para os católicos. O caminho de entrada por uma pequena passagem subterrânea é escuro e contrasta com a claridade da catedral. É como se houvesse uma transição entre as trevas e a luz; perdição e salvação.

catedral-de-brasília-06

No interior, claridade e vitrais coloridos.

catedral-de-brasília-03

O desenho da Catedral de Brasília lembra duas mãos unidas em oração.

catedral-de-brasília-01

O evangelista João: ele está separado dos demais.

Os vitrais, de Marianne Peretti, lembram o conjunto de órgãos reprodutores de uma mulher. A cripta, que fica embaixo do altar, onde estão sepultados os arcebispos, está revestida por um granito escuro, diferente do restante das paredes e do piso que são feitos de mármore branco.

Para completar o conjunto de obras que exemplificam o simbolismo e misticismo da Catedral, além de uma réplica de Pietá milimetricamente igual à original de Michelangelo, no interior da igreja ainda encontramos três anjos suspensos e uma escultura de Dom Bosco, que teve um sonho profético anunciando a construção e Brasília no centro do país quando ainda nem se planejava transferir a capital do Rio de Janeiro. Assim São João Bosco relatou, em suas memórias biográficas, o viu enquanto dormia:

Na noite que precedia a festa de Santa Rosa de Lima, 30 de agosto, tive um sonho. Percebi que estava dormindo e parecia-me, ao mesmo tempo, correr a toda velocidade, a ponto de me sentir cansado de correr, de falar, de escrever e de esforçar-me no desempenho das ocupações costumeiras. Enquanto hesitava se tratava de sonho ou de realidade, pareceu-me entrar em um salão, onde se achavam muitas pessoas, falando de assuntos vários. (…) Entre o grau 15 e 20, havia uma enseada bastante extensa, que partia de ponto onde se formava um lago. Disse então uma voz repetidamente: – quando se vierem cavar as minas escondidas em meio a estes montes, aparecerá aqui a terra prometida, que jorra leite e mel. Será uma riqueza inconcebível”, conforme folheto distribuído no dia da inauguração de Brasília.

Para celebrar a profecia do santo, Brasília construiu a Ermida Dom Bosco, à beira do Lago Paranoá. A visita ao local vale tanto por sua importância histórica quanto por seu visual: às margens do lago, ela serve de cenário para caminhadas, belas fotos, e momentos de descanso. Hoje, Brasília é a terceira cidade mais rica do país.

catedral-de-brasília-02

Dois dos evangelista que ficam na entrada do templo.

catedral-de-brasília-04

Os anjos parecem voar sobre os fiéis.

catedral-de-brasília-07

A réplica de Pietá e a escultura de Dom Bosco.

catedral-de-brasília-13

A Ermida Dom Bosco: homenagem ao profeta de Brasília.

* A minha viagem a Brasília foi um convite da Companhia de Viagem. Para acessar o conteúdo publicado nas redes sociais, utilize a #bsbmeudestino.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

4 Comentários

    • Altier Moulin

      Obrigado, Ana!

      Toda vez que vou a Brasília descubro algo encantador. Ela é realmente uma cidades pra visitar várias vezes.

      Um abraço!

  1. Adorei o seu post! Me ajudou imensamente num trabalho que estou fazendo! Obrigada por dividir um conhecimento tão rico sobre a Catedral! É realmente impressionante não importa quantas vezes vejamos!

Escreva um comentário

Inline
Inline