O que ver e fazer no Cairo

4

Atualizado em 9 de setembro de 2017

Em um primeiro momento, ela parece uma cidade bastante confusa. Grande, populosa e moderadamente desorganizada, a capital do Egito não coopera com aqueles que chegam para conhecê-la de perto. Mas apesar de tudo isso, a cidade é um delicioso tesouro e eu tenho certeza que você vai adorar descobrir o que fazer no Cairo.

Poucos dias antes de completar dois anos da Primavera Árabe, o clima na cidade ainda está quente, e é nesse cenário que chego ao Cairo. Depois das manifestações que derrubaram o governo de Hosni Mubarak, em 2011, obras estão paradas, algumas ruas permanecem interditadas, policiais continuam deslocados para áreas de maior risco e pontos estratégicos da cidade ainda são ocupados por manifestantes.

Isso tudo você vai ver de perto ao caminhar nos arredores da Praça Tarhir, principal ponto de encontro dos manifestantes. Mas os sinais dessa turbulência política não apagaram o que a cidade tem de bom, e é justamente por isso que visitar o Cairo sempre será uma inesquecível viagem.

Para conhecer tudo o que a cidade tem de melhor – sem desperdiçar uma visita às cidades vizinhas onde estão as pirâmides e outros sítios arqueológicos –, são necessários pelo menos quatro dias. Mas se fizer tudo mais corrido dá para enxugar em três. Neste post, eu indico alguns dos programas imperdíveis para você fazer no Cairo.

O que fazer no Cairo

A movimentada Praça Tahrir.

O que fazer no Cairo

Os constantes protestos pós-revolução.

O que fazer no Cairo

O prédio que abrigava o partido de Mubarak.

O que fazer no Cairo

Museu do Cairo | A Praça Tarhir sempre foi considerada uma das áreas mais visitadas pelos turistas. Ao redor dela, estão importantes prédios públicos e o Museu Nacional do Cairo, onde centenas de milhares de relíquias estão guardadas, cuidadas e expostas para gente do mundo inteiro.

O museu permanece intacto e é fortemente protegido contra ataques, mas o prédio que pertencia ao partido do ex-ditador, que fica exatamente atrás do museu, já não é como antes. Incendiado e invadido por revolucionários, dele só resta uma imagem quase apagada de um tempo que os egípcios deixam para trás a cada novo dia.

O que fazer no Cairo

Fachada do Museu do Cairo.

O que fazer no Cairo

Os infinitos corredores do Museu.

O que fazer no Cairo

Tumbas: parte da gigantesca coleção egípcia.

Mesquita | Durante seus dias no Cairo, vai ser impossível não perceber a presença delas, já que cinco vezes por dia os seus auto-falantes ecoam em alto e bom som o chamado para as orações. Eu vou confessar: é até gostoso ser acordado logo cedinho ouvindo, ao fundo, os sons repetidos nessa língua tão robusta – pelo menos para mim.

Eu sugiro que você vá ver uma de perto e, quem sabe, até entrar. Mas é importante lembrar de obedecer às regras de visitação: usar roupas que cubram os ombros, os joelhos, tirar os sapatos e, no caso das mulheres, cobrir a cabeça com um véu.

Torre de uma das muitas sinagogas do Cairo.

Torre de uma das muitas mesquitas do Cairo.

Torre do Cairo | Como toda grande cidade, o Cairo tem características que superam toda sua confusão. E, para ter uma ideia de como a cidade é estruturada, a minha sugestão é subir a Torre do Cairo, um belo monumento construído em forma de flor de lótus no moderno bairro Zamalek. A torre tem 180 metros e, lá do alto, avisto o Rio Nilo e percebo – por outro ângulo – como o trânsito da cidade é problemático.

Para aproveitar melhor o seu tempo no topo do Cairo, o ideal é subir a torre no final da tarde e curtir os dois momentos: o fim do dia, com um pôr do sol que colore os céus da cidade; e à noite, quando as luzes da capital são acesas. Abuse da vista tomando um café ou jantando no restaurante rotativo que proporciona uma visão de 360º de toda a região do Cairo.

O que fazer no Cairo

A Torre do Cairo vista das margens do Rio Nilo.

Museu do Papiro | Na verdade, ele é uma grande loja onde estão expostos vários exemplares de papiro, mas não é apenas isso. Aqui, eles contam a história desse material e explicam como ele é feito. É muito interessante e, como a gente não vem sempre ao Cairo, essa deve ser uma parada obrigatória.

Rio Nilo | Não dá para vir ao Egito e não desfrutar da gloriosa presença do Rio Nilo. Então, separe algumas horas do seu dia para caminhar por suas margens e, quem sabe, fazer um passeio de barco.

O que fazer no Cairo

Pirâmides de Guiza | Quem vem ao Egito quer mesmo é ver as pirâmides. O conjunto formado por essas imponentes obras fica na cidade de Guiza, a apenas 28 quilômetros do Cairo, e ele é a única das Sete Maravilhas do Mundo que sobreviveu ao tempo, às guerras e às catástrofes naturais. Justamente por isso é dele todo o mérito pela atenção dos turistas que visitam o Egito.

Eu fiz um post para explicar como é visitar as pirâmides de Guiza e, nele, você encontra todas as informações que precisa para ver de perto essa maravilha.

O que fazer no Cairo

Vista das três principais pirâmides de Guiza.

O que fazer no Cairo

A Esfinge que fica também em Guiza.

Pirâmides de Saqqara | O conjunto de pirâmides e templos de Saqqara, também na cidade de Guiza, talvez seja a primeira experiência dos egípcios na construção de monumentos desse tipo. Só para ter uma ideia, muito antes da construção das pirâmides de Guiza, elas já eram consideradas inspiração em todo o país pela grandiosidade e pela técnica aplicada. Para saber como chegar aqui e como é o passeio é melhor ler este post.

O que fazer no Cairo

A pirâmide de Djoser: não é exatamente uma pirâmide.

Mênfis | Para fechar o passeio pelos sítios arqueológicos ao redor do Cairo, não deixe de ir a Mênfis. Uma das muitas antigas capitais do Egito, a cidade perdeu sua importância depois da ascensão de Alexandria. Atualmente, o que restou do Templo de Ptah – o mais famoso sítio arqueológico da cidade – é exposto em um museu ao ar livre. Aqui, as principais atrações são a esfinge, a estátua e o colosso de Ramsés II. Eu conto como é esse passeio neste post.

O que fazer no Cairo

O colosso de Ramsés II.

O que fazer no Cairo

A esfinge de Mênfis.

Programe sua viagem ao Cairo

Quanto custa | Uma das grandes dúvidas de quem está planejando uma viagem para o Cairo é justamente saber quanto vai gastar por aqui. Eu arrisco dizer que os preços são bem justos, considerando que esta é uma das cidades mais visitadas do mundo há séculos. Para ajudar a montar o seu orçamento, todas as minhas dicas estão aqui: Quanto custa viajar para o Egito.

Quando ir | O melhor período para visitar o Egito é de outubro a maio, quando as temperaturas não são muito agressivas. Nos feriados de fim de ano e na Páscoa, tudo fica muito mais tumultuado por causa dos turistas europeus que chegam aqui com frequência – principalmente para fazer um cruzeiro pelo Rio Nilo. Nos outros quatro meses – junho, julho, agosto e setembro –, é verão no Egito e as temperaturas muitas vezes podem chegar perto dos 50 graus, principalmente em Luxor, Aswan e em outras partes do sul do país. Apesar do calor, é nessa época que dá para ver o país sem aqueles milhões de turistas.

Onde ficar | Escolher um bom lugar para ficar vai influenciar diretamente no que você vai fazer no Cairo e na qualidade de seus dias por aqui. Se quiser evitar perder tempo no trânsito caótico e outros aborrecimentos que essa megalópole traz de brinde, acho bom ler isto: Onde se hospedar no Cairo.

Visto | Brasileiros precisam de visto para entrar no Egito. Mas o processo é simples e rápido. Todos os detalhes que você precisa saber para solicitar o visto para o Egito estão aqui: Como solicitar o visto para o Egito.

Comida e Costumes | Se você nunca viajou para um país árabe, é importante saber um pouco da cultura para minimizar o impacto. Eu escrevi um pouco dessas experiências no post Costumes e comida do Egito.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

4 Comentários

  1. Gostei muito do texto e demais as fotos. Fiquei impressionado com as tumbas. São de qual material? Parece ser cobre com pedra sabão. Sei lá. Fiquei curioso.

  2. Oi Altier! Tudo bem? Sou a Laiza e escrevo no Blog Janela Azul. Seu blog foi muito importante na construção de uma viagem para o Egito em Março. Comecei o blog recentemente e hj iniciei o post sobre o Egito, não poderia deixar de agradecer pelas dicas. Beijos Laiza

Escreva um comentário