Dicas para uma viagem a Malta

14

Atualizado em 8 de julho de 2015

A publicitária Verônica Machado morou dois meses em Malta, um pequeno país que é, na verdade, um conjunto de ilhas no mar Mediterrâneo. E, como conta a nossa viajante, o problema é que viajar é como uma torneira que, depois de aberta, a gente não consegue mais fechar. Assim, ela seguiu para Londres, Amsterdam, Paris, Veneza, Florença e Roma, e diz que aquele foi um dos melhores tempos de sua vida.

Com moradia fixada em Sliema, em Malta, Verônica explorou os melhores lugares de lá e de outras ilhas e, agora, nos conta as suas melhores dicas para uma viagem a Malta.

Fui a Malta para estudar inglês. Cheguei lá no dia 9 de fevereiro e morei em uma das melhores cidades do país. O clima nessa cidade é sempre muito agradável e a paisagem acompanha a margem do Mar Mediterrâneo, com uma vista maravilhosa. Como Malta é um país pequeno, é super fácil se deslocar de uma cidade para outra. Normalmente, eu me deslocava de ônibus ou a pé mesmo”, conta.

Convicta de que Malta é um país apaixonante, ela alerta que a mistura de tradições, os prédios históricos e as atrações culturais, aliadas às belezas naturais, deixam até brasileiros de queixo caído.

Acho que uma das coisas que mais me encantou foi a capital, Valetta. Cheguei no dia de Saint Paul, o padroeiro do país. A cidade inteira se veste para a festa. O que é bonito fica ainda mais belo, cheio de famílias e pessoas para acompanhar as festividades”, lembra.

dicas-para-uma-viagem-a-malta-04

Exiles Bay, em Sliema.

dicas-para-uma-viagem-a-malta-02

Paisagens que encanta até mesmo a brasileiros.

dicas-para-uma-viagem-a-malta-03

Blue Lagoon: uma das melhores praias de Malta.

Para ver uma das praias mais fascinantes de todo o arquipélago, Verônica índica o passeio para a a Ilha Comino. “O passeio para a Comino Island é imperdível, super fácil e barato, principalmente se você pegar o barco em Cirkewwa (Gozo Ferries). Em Comino fica uma das praias mais lindas do arquipélago, a Blue Lagoon. Como não fui na época de alta temporada peguei a ilha mais calma, mas para mim não menos apaixonante. Se a pessoa curte badalação mesmo e procura muitas festas é melhor ir entre maio e junho, quando as festas começam”, explica.

Outros passeios que você não pode perder, segundo Verônica, são os da ilha de Gozo, onde ela sugere que você fique hospedado por um fim de semana; uma visitinha rápida de ferry ou de avião à Sicília, na Itália; e uma subida guiada ao Etna, um vulcão em atividade que fica em Catania, a 50 minutos de barco a partir de Malta.

Pra quem curte balada, a publicitária dá a dica. “Em Paceville, St. Julians, ficam os melhores night clubs. Confesso que não foi o que eu mais gostei de Malta, mas para quem gosta de dançar e beber é super barato e dá pra voltar a pé, dependendo de onde você estiver hospedado. Essa região é bastante frequentada por turistas e pelos mais jovens. De forma geral, os malteses preferem os pubs e bares que ficam espalhados pela ilha, muitos concentrados na região de Sliema Ferries”.

dicas-para-uma-viagem-a-malta-01

A graciosa paisagem da Spinola Bay.

dicas-para-uma-viagem-a-malta-05

O inesquecível pôr do sol do Mediterrâneo.

Verônica Machado compartilhou conosco suas dicas de Malta. Saiba como participar contando suas histórias de viagem. Assim, você vira notícia e ainda incentiva muita gente a viajar mais e melhor.

CONPARTILHE COM SEUS AMIGOS

SOBRE O AUTOR

Altier Moulin

Sou um jornalista que gosta de contar histórias e de extrair do cotidiano um valor que muitos não percebem. Desde menino, meu desejo era viajar pelo mundo. Já adulto, descobri que isso não era apenas um sentimento, mas um propósito de vida.

14 Comentários

  1. José Roberto Matias on

    O site é muito bacana e agregador!

    Já escrevi a minha história de um fato inusitado que me aconteceu em Londres.

    Enviarei em breve. Espero que dê certo para publicar.

    Parabéns!

  2. Boa noite!
    Vou fazer intercambio em St Julians no inicio do ano. A facilidades no comércio em geral no uso dos cartões com as bandeiras Visa e MasterCard na ilha? Grata, Bjos

  3. Pessoal preciso da ajuda de vcs. Meu filho tem dupla cidadania italiana e quer sair do Brasil por um tempo para conhecer, trabalhar e estudar em Malta. Alguém pode me dar umas dicas? Ele precisa de um norte para poder se aventurar nesse maravilhoso pais. Obrigada

Escreva um comentário